Crescimento Urbano x Assentamentos Precários: a Continuidade de Processos Insustentáveis

Anna Karina Borges de Alencar

Resumo


O presente artigo aborda a temática do desenvolvimento urbano, sob o aspecto do acesso à cidade e à sustentabilidade urbana a partir da ótica dos assentamentos humanos precários. Assim, tem como objetivo refletir sobre o processo intensificado de crescimento das metrópoles brasileiras, em meio a globalização hegemônica vivenciada, versus as condições de acesso à cidade da população pobre. Visando contribuir para a análise dos desafios em busca de uma cidade sustentável, tomou-se como ponto central de referencia teórica os discursos da sustentabilidade urbana. Para tal, discutiu-se os desafios e perspectivas para a sustentabilidade urbana, com base em alguns conceitos sobre a problemática urbana e ambiental. Para tanto, foi realizada uma análise rápida do Recife, a qual continua representando um forte traço de desigualdade e exclusão socioespacial refletidos pela dualização da cidade formal e da cidade informal que em seus inúmeros assentamentos precários permanecem ocupando as áreas ambientalmente frágeis como margens de rios, manguezais e áreas de morros.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons