“Gobernanza Sostenible”: Propuesta de un Modelo de Gestión para la Sostenibilidad del Desarrollo en la Ciudad de Medellín a Través de la Reinterpretación de la Metodología CES (Ciudades Emergentes Sostenibles)

Robert Ng Henao

Resumo


Compromisso atual para o processo de transformação de áreas locais, em parte, sustentável e competitivo da necessidade de localizar não só a justificação ambiental, econômica, política e social do que ligam os aspectos do papel da governança e sindicais modernas territórios a sustentabilidade do desenvolvimento, enfatizando os argumentos e/ou funcionalista que gira em torno dos benefícios que implica a integração de governos na concepção, planejamento, implementação e monitoramento de estratégias para o desenvolvimento de emissão pragmáticas, mas adicionalmente persegue a possibilidade de trazer a comunidade acadêmica, científica, econômica e política sobre a necessidade de avaliar a relevância da integração em prol de facilitar seus esforços de implementação. Para o caso específico de Medellín como a segunda cidade industrial na Colômbia, uma verdadeira janela de oportunidade se abre para a gestão estratégica de desenvolvimento, na ausência de modelos ou metodologias que integram em um único esboço do econômico, político, desenvolvimento social e ambiental.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons