Uma análise geográfica da evolução dos movimentos de bairro em Recife - PE: um movimento social vivo e relevante

Cláudio Jorge Moura de Castilho

Resumo


Pretende-se fazer aqui uma análise da natureza dos movimentos sociais de bairro em Recife no contexto do processo de globalização o qual, segundo Milton Santos, se apresenta mediante três dimensões, ou seja, ao mesmo tempo, como perversidade, fábula e possibilidade. Partimos do entendimento do mundo como ele é, hoje, isto é, de um mundo perverso notadamente para as pessoas mais pobres da sociedade; mas que é apresentado como um mundo justo em que todos têm condições de participar dele. Mostramos como se criam e difundem fábulas à permanência deste mundo simulado pelo capitalismo, mascarando a sua perversidade e, simultaneamente, sustentando que, um dia, todos conseguirão incluírem-se sócio-espacialmente nele. E, por último, vislumbramos, mediante as especificidades do lugar, possibilidades da construção de um outro mundo, não obstante a permanência de forças que entravam a realização deste objetivo o qual constitui a meta maior dos movimentos sociais em diversos lugares do mundo.


Palavras-chave


análise geográfica, movimentos sociais de bairro, contexto da globalização

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons