De-growing peripheries: grassroots practices and planning tools for regenerating Librino, Catania

Giusy Pappalardo, Filippo Gravagno, Mirko Maccarronello

Resumo


O artigo discutes alternativas para regenerar as novas periferias urbanas com o objetivo de superar a crise económica e cultural que afeta as sociedades ocidentais, e que agravou-se durante a última década. Nós investigamos como ativar práticas urbanas baseadas e implementadas dos próprios cidadãos. Nós baseamos as nossas reflexões sobre a realidade de Librino, uma periferia na área metropolitana de Catania, que foi concebida de acordo com os princípios da modernidade nos anos 70, mas que revelou-se ao longo dos anos uma total falha na diversas dimensões sociais, como por exemplo,a sistemática falta de serviços urbanos. Nós exploramos a hipótese de de-crescimento, neste contexto, e investigamos como os construtores de periferias urbana podem colaborar ativamente com os cidadãos, a fim de definir os requisitos reais e demandas, e criar espaços de interação entre os dois que sejam baseadas nesse contexto real de oportunidades.


Palavras-chave


Periferias urbanas; Hortas comunitarias; Investigação-Ação Participativa

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons