Estudo ambiental da microbacia do Riacho do Mel em Gravatá – PE: processo de uso e ocupação da terra no contexto do bairro Riacho do Mel

Armando Peres Quintas Neto

Resumo


O presente artigo apresenta os resultados de um estudo ambiental acerca do uso e da pressão antrópica na microbacia do riacho do Mel, em face da expansão da área urbana no município de Gravatá-PE. Tendo em vista o desinteresse pelo ambiente demonstrado nas cidades de pequeno porte no Nordeste brasileiro, buscamos fazer um levantamento de aspectos geológicos, geomorfológicos, climáticos e de uso do solo, bem como destacar a visão dos moradores da área sobre o riacho. Os resultados mostram um quadro saliente da situação de degradação e consequente alteração das características da área relativa à bacia, onde a ocupação humana se adensa. 


Palavras-chave


Microbacia; Diagnóstico ambiental; Impactos urbanos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

          

         

    

 

 

 

 

REVISTA MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS (ISSN: 2238-8052)

Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Departamento de Ciências Geográficas, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Cidade Universitária, Av. Prof. Moraes Rego, n. 1235, CEP: 50670-901, Recife, Pernambuco, Brasil

Tel.: +55 (81)2126-7369

E-mail: revistamsde@gmail.com

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons