Espacialização e territorialização da luta pela terra e pela reforma agrária em Pernambuco: um quadro atual a partir do MST

Hugo Arruda de Morais

Resumo


Este artigo possui como objetivo, a exposição de parte dos resultados da pesquisa de doutoramento intitulada: Territórios, territorialidades e discursos em torno dos Projetos de Assentamentos Rurais em Passira-PE: uma análise discursiva do processo de inclusão socioterritorial das famílias assentadas. Para tal, objetivamos apresentar um debate centrado nas ocupações como forma de acesso à terra do camponês, apresentando para isso os sentidos e desdobramentos na espacialização e territorialização da luta pela terra e pela reforma agrária. Também, em números, faremos uma atualização das ações do Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra, reafirmando a sua a capacidade de atuação em Pernambuco, especialmente, no município de Passira.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons