Relação homem-natureza e os limites para o desenvolvimento sustentável

Ivo Cidreira-neto, Gilberto Gonçalves Rodrigues

Resumo


As relações homem-natureza vêm passando por mudanças que acompanham o próprio desenvolvimento da sociedade, principalmente as de cunho econômico, onde as formas de utilização são configuradas pela situação da economia mundial e local. O objetivo do presente artigo é identificar os limites do desenvolvimento sustentável (DS) a partir da relação homem-natureza. A forma como os recursos naturais são utilizados pelas sociedades passaram por diversas configurações, sendo atualmente uma forma utilitarista, inflada a partir do capitalismo que está interligado nas ações econômicas. Como forma de possibilitar o desenvolvimento econômico com a sustentabilidade, surge o DS com uma nova perspectiva, mas diversas falhas devido a complexidade da proposta. Dessa forma, tem-se a necessidade de estudar e reformular o conceito de DS, aplicando suas ações a uma relação harmônica entre o homem e a natureza.


Palavras-chave


Insustentabilidade; Capitalismo; Meio ambiente; Racismo ambiental; Desenvolvimento e meio ambiente

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons