A imagem do MST produzida pela mídia e sua influência sobre a formação discursiva dos discentes de uma Universidade Federal

Yuri Gomes Figueiredo, Daniel Calbino

Resumo


O presente trabalho teve por objetivo analisar a influência da mídia sobre a percepção do MST nos estudantes de um curso de engenharia Agronômica. O estudo decorreu de uma pesquisa estatística-descritiva, por meio da aplicação de questionários quantitativos. Para a análise dos dados foi utilizado o Software estatístico SPSS (Statistical Package for the Social Sciences). Enquanto resultados, registrou-se que o discurso midiático foi reproduzido fielmente por um grupo de estudantes, materializado na visão de que o MST existe por influências subversivas, pela própria ignorância do campesinato e por serem baderneiros. Apesar da replicabilidade do discurso hegemônico, verificou-se um número maior de estudantes que não compartilham do mesmo pensamento. Para eles a falta de terra é a causa da existência do MST e acreditam que o MST resolveria seus problemas se ocorresse uma reforma agrária. Se considerarmos que a Agronomia representa um curso estratégico no desenvolvimento do país é fundamental para a democracia e justiça social a contextualização e problematização dos diversos atores e interesses políticos envolvidos na compreensão dos movimentos sociais da atualidade.


Palavras-chave


MST, Mídia, Discurso Hegemônico, Agronomia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons