Novas verticalidades: apontamentos sobre a ação da BMW em Araquari/SC no contexto do novo padrão de organização e acumulação da indústria

Ruhan Rodys Beiler, Ana Paula Nascimento

Resumo


No presente artigo analisamos a ação da BMW no município de Araquari no nordeste de Santa Catarina a partir da implantação de uma planta do grupo em 2012. Em que pese o fato de tratar-se de uma região já tradicional na produção industrial, o município acolheu poucas indústrias em sua história, este evento materializa os nexos de um novo vetor capaz de alterar determinadas lógicas locais. Analisamos esse processo no contexto de um novo padrão de organização da indústria nacional representado pela redução do conteúdo local adicionado à produção e no aumento da importação de produtos finais ocorrida nesse início de século. Apontamos o caráter “maquilador” dessa verticalidade que se impõe no lugar e resulta, a partir de dentro, da desvinculação entre a política macroeconômica e a política industrial de um modelo de desenvolvimento difícil de ser apreendido e, a partir de fora, pela expansão sino-americana, crescimento do comércio global das manufaturas e novo arranjo na divisão internacional do trabalho.


Palavras-chave


desenvolvimento territorial; alienação do território; verticalidades.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

  

Dialnet

 

 

 

 

Revista MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Telefone: +55 (81)2126-7372; E-mail: revistamsde@gmail.com

Recife - Pernambuco - Brasil

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons