“Assim na terra como nos céus”: O fado do proletário em "Levantado no Chão"

Davi Silva Gonçalves

Resumo


Levantado do chão é um romance sobre o trabalhador rural, e é em sua reflexão acerca destes homens e mulheres, bem como a forma como os desenvolve, que se insere meu interesse. Muito tem a dizer essa história simples, sem clímax nem desfecho bem marcado, sem heróis nem grandes acontecimentos, esse romance que se constrói também como um latifúndio: o latifúndio de uma vida miserável, mas nem por isso desprovida de beleza. Filhos do latifúndio, os personagens desenvolvem-se mantendo-se na posição de ninguém, sem que o narrador se preocupe em velar seu apagamento – pois é justamente este apagamento, que tanta coisa revela. No caso de Saramago, principalmente a lidar com questões como o discurso oficial, nacional e religioso, a ironia se prova uma ferramenta amplamente utilizada pelo narrador para romper com esses paradigmas, com as bases desses discursos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

          

         

    

 

 

 

 

REVISTA MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS (ISSN: 2238-8052)

Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Departamento de Ciências Geográficas, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Cidade Universitária, Av. Prof. Moraes Rego, n. 1235, CEP: 50670-901, Recife, Pernambuco, Brasil

Tel.: +55 (81)2126-7369

E-mail: revistamsde@gmail.com

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons