A disputa pelo direito ao espaço no Rio de Janeiro: embates entre necropolitica neoliberal e movimentos de resistência.

Daniel Marcos Martins

Resumo


Este artigo busca analisar a apropriação neoliberal da cidade do Rio de Janeiro, sua transformação e mercantilização, assim como a reação de movimentos contrários que ocupam e ressignificam o mesmo espaço. Os movimentos de resistência confrontam a lógica neoliberal, reivindicando seu direito à cidade. Esse artigo também analisa as relações de poder e o controle político sobre a vida, assim como a reflexão sobre novas alternativas que possam fugir da lógica imposta pelo Estado neoliberal.


Palavras-chave


Mentalidades; Espaço urbano; Relações de poder

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.46802/rmsde.v9i1.242684

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

          

         

    

 

 

 

 

REVISTA MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS (ISSN: 2238-8052)

Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Departamento de Ciências Geográficas, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Cidade Universitária, Av. Prof. Moraes Rego, n. 1235, CEP: 50670-901, Recife, Pernambuco, Brasil

Tel.: +55 (81)2126-7369

E-mail: revistamsde@gmail.com

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons