Territórios vividos no espaço urbano de Natal-RN: as condições existenciais no contexto da pandemia da COVID-19

Hugo Arruda de Morais, Ana Clara Celestino Belchior, Yan de Oliveira Machado

Resumo


A expansão do novo coronavírus (COVID-19) é mais uma das etapas do acontecer histórico da sociedade global e, como todo fenômeno, ganhou dimensões espaciais. No caso brasileiro, a forte expansão das infecções entre os cidadãos se dá intensamente nos espaços urbanos, porém, afetando de maneira muito desigual. Nesse sentido, o objetivo deste ensaio consiste em compreender a condição existência dos territórios vividos em Natal, no atual contexto da pandemia da COVID-19. Em termos de procedimentos metodológicos, foram sistematizados e especializados indicadores socioeconômicos dos bairros da capital potiguar, numa busca de caracterizar os territórios vividos. Os resultados indicam um cenário em que as condições existenciais tendem a um agravamento com o aumento no número de casos e mortes por conta do novo coronavírus.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.46802/rmsde.v9i2.248678

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

          

         

    

 

 

 

 

REVISTA MOVIMENTOS SOCIAIS E DINÂMICAS ESPACIAIS (ISSN: 2238-8052)

Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Departamento de Ciências Geográficas, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Cidade Universitária, Av. Prof. Moraes Rego, n. 1235, CEP: 50670-901, Recife, Pernambuco, Brasil

Tel.: +55 (81)2126-7369

E-mail: revistamsde@gmail.com

 

 Licença Creative Commons

 A Revista Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais foi licenciada com uma Licença Creative Commons