AS CRIANÇAS E O USO DAS TECNOLOGIAS NO COTIDIANO

Victoria Luiza Ramos da Silva, Viviane de Bona

Resumo


Introdução: Considerando que as crianças são indivíduos em constante contato com o meio no qual são constituintes é possível perceber que, assim como os adultos, elas também têm constante contato com a enorme demanda de tecnologias digitais. Estudos realizados sobre a infância como o de Ariès (2006), por exemplo, nos permitem refletir sobre a concepção de infância e de criança que são, de acordo com o autor, socialmente contruídas. A vivência em uma sociedade ‘tecnológica’ potencializa deslocamentos importantes para a infância. Por meio da tecnologia, vemos uma infância que agora pode ter acesso à informações vindas de todas as partes do mundo, comunicar-se rapidamente, e vivenciar, no presente, trocas significativas, em vez de voltar-se exclusivamente para sua preparação para a idade adulta (PROUT, 2005). Além disso, as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) são características da contemporaneidade e fomentam uma nova forma de percepção do mundo, de relação com a autoridade e de construção das habilidades cognitivas (SLOAN, 1984). É nessa perspectiva que este trabalho abrange a relação entre a infância contemporânea e as tecnologias atuais, visando entender como é ser criança diante de toda tecnologia presente em nossa sociedade e o quanto a tecnologia faz parte ou afeta a vida da criança contemporânea, trazendo o ponto de vistas delas mesmas sobre isso. Para tal, apresenta o objetivo de identificar as representações sociais de criança compartilhadas por estudantes, na faixa etária de 6 a 11 anos, de escolas particulares do Recife.

Texto completo:

PDF

Referências


ARIÈS, P. História Social da Criança e da Família. 2.ed. Rio de Janeiro: LTC, 2006. MARTINS, L. T.; Castro, L. R. de. Crianças na contemporaneidade: entre as demandas da vida escolar e da sociedade tecnológica. Revista Latinoamericana de Ciencias Sociales, Niñez y Juventud, 2 (9), pp. 619 - 634. v. 9, n. 2, 2011, Rio de Janeiro. PROUT, A. The future of childhood: towards the interdisciplinary study of children. London: Routledge Falmer, 2005. SLOAN, D. (ed.). The Computer in Education: a Critical Perspective. New York: Teachers College Press,1984.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)