FUTEBOL PEDAGÓGICO PARA CRIANÇAS CARENTES DO BAIRRO DA VÁRZEA COMO FORMA DA REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA

Camila Sieber Padilla Adriao, Alexsandro José da Silva, José Wesley Medeiros da Silva, Bruno Rodrigo da Silva Lippo

Resumo


Introdução: O esporte é uma forma de manifestação social sendo utilizado como uma ferramenta de performance/rendimento, participação e educação Bracht (2002). Sabendo-se que o futebol faz parte da formação da sociedade brasileira Reis (2003), as Universidades estão realizando projetos com esse esporte para desenvolver valores humanistas em crianças, principalmente as que estão na periferia e em situação de risco social, colaborando com a formação de suas personalidades e consequentemente para a redução da violência no meio em que vivem. Metodologia: O presente trabalho é fruto de um projeto de extensão realizado no Núcleo de Educação Física da UFPE, no ano de 2017, com crianças entre 10-14 anos, oriundas de escolas públicas do bairro da Várzea, no Recife. Utilizamos a metodologia qualitativa do tipo descritiva para fazer as inferências situacionais encontradas. Na ocasião, as crianças recebiam aulas de futebol sob o ponto de vista técnico e tático, mas o pano de fundo era a violência no sentido latu sensu, como uma manifestação social na interrelação dos indivíduos em seu sentido explícito e simbólicoPnud (2010); para isso tivemos uma abordagem crítico-superadora nas intervençõesSouza Junior et al. (2011).

Texto completo:

PDF

Referências


Bracht, Valter. Sociologia crítica do esporte. Rio Grande do Sul, Unijuí, 2002.

Pnud. Valores e desenvolvimento humano. Brasília: PNUD, 2010.

Reis, Heloisa Helena Baldy dos. Futebol e sociedade: uma análise histórica. Revista HISTEDBR Online, v. 10, 2003. Acesso em: 15/04/2018. Disponível em: http://cev.org.br/biblioteca/futebol-e-sociedade-uma-analise-historica

Souza Júnior, Marcílio et al . Coletivo de autores: a cultura corporal em questão.Rev. Bras. Ciênc. Esporte (Impr.), Porto Alegre , v. 33, n. 2, p. 391-411, June 2011 Disponível em: . Acesso em: 17 Apr. 2018. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-32892011000200008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)