GÊNERO E SEXUALIDADE: O CONTATO COM O “OUTRO” NO ESPAÇO ESCOLAR

Thiago Henrique de Almeida Carvalho, David Ferreira de Araújo

Resumo


Introdução: O presente trabalho, realizado nos Estágios Curriculares obrigatórios, na Escola Estadual Tabajara, localizada no bairro de Tabajara/Olinda, do curso de Ciências Sociais, tem por iniciativa tratar da escola e seu entorno social a partir de seus aportes teóricos, utilizando elementos da educação, gênero e sexualidade. Tratam-se de áreas do conhecimento de cunho teórico que nos permitiram, através do método etnográfico, enxergar e ver a prática profissional, enquanto cientista social, com outros olhos. Como fala ROCHA e ERICKERT (2008), o método etnográfico é o suporte no qual se sustenta o monumento de um (a) antropólogo (a). Logo, o intuito deste trabalho é promover o fazer etnográfico, de levantar questões sobre as relações de gênero no espaço escolar, e, com isso, promover debates, dentro e fora desse espaço, a respeito de como essa instituição tem  trabalhado as questões de gênero e sexualidade, sendo um tema desafiador, na atualidade, com o avanço do movimento feminista e LGBTQI (Lésbicas, Gays, Transsexuais, Travestis, Transgênero, Drag Queen e Intersexuais), tendo em vista que estão conectadas com a questão da formação e perfil das identidades sociais.

Texto completo:

PDF

Referências


BUTLER, Judith P. Problemas de Gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: civilização Brasileira, 15a ed, 2017.

LOURO, Guacira. O corpo educado: pedagogias da sexualidade. Belo Horizonte: Autêntica, 3a ed, 2016.

_______________. Um corpo estranho - ensaios sobre a sexualidade e teoria queer. Belo Horizonte: Autêntica, 2a ed, 2016.

_______________. Corpo, gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na educação. Petrópolis, RJ: vozes, 9a ed, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)