POSSÍVEIS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE “ESCOLA PÚBLICA,” CONSTRUÍDAS POR ESTUDANTES DAS ÁREAS DE: TECNOLOGIA, GEOCIÊNCIAS, EXATAS E NATUREZA DA UFPE

Laura Maria da Silva Andrade, Laêda Bezerra Machado

Resumo


Introdução: Este trabalho tem como objetivo analisar as representações sociais da “escola pública” construídas por universitários, egressos de escolas oficiais, das áreas de Tecnologia, Geociências, Ciências Exatas e da Natureza da UFPE. A pesquisa está fundamentada na Teoria das Representações Sociais de S. Moscovici (1978) e abordagem estrutural de Abric (1998). Conforme Machado (2013), Representações sociais são explicações, pensamentos e ideias que possibilitam evocar um dado, um acontecimento, uma pessoa ou mesmo um objeto, estão vinculadas aos valores e crenças dos grupos e tem um caráter prescritivo.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRIC, Jean Claude. A abordagem estrutural das Representações Sociais. In: MOREIRA, Antonia Silva Paredes; OLIVEIRA, Denise Cristina de. Estudos interdisciplinares de representação social. Goiânia-GO: Editora AB, 1998.

CAMARGO, B. V; JUSTO, A. M. Tutorial para uso do software Iramuteq (interface de r pour les analyses multidimensionalles de textes et de Questionnaires). Laboratório de Pisc. Social da UFSC da Comunicação e cogitação- UFSC. 2016.

MACHADO, L.B. Representações sociais: alguns apontamentos sobre a teoria e sua incursão no campo da educacional. In:___ Incursões e investigações em representações sociais. Recife: EDUFPE, 2013, v. 1, p. 15-28.

MOSCOVICI, S. A representação social da psicanálise. Tradução de Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Zahar. 1978. 291p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)