SOCIOPOÉTICA: UM MÉTODO DE PESQUISA A FAVOR DA NÃO-VIOLÊNCIA, DIGNIDADE E INTEGRALIDADE DO SER HUMANO NO ÂMBITO EDUCACIONAL

Monaliza Holanda dos Santos, Ana Márcia Luna Monteiro

Resumo


Introdução: O presente artigo versa acerca de um método de pesquisa chamado de Sociopoética pelo seu idealizador, o filósofo e pedagogo, Jacques Gauthier. Tal abordagem propõe a construção coletiva do conhecimento por parte de todos os integrantes da pesquisa. Nessa direção, defende que todas as pessoas possuem conhecimentos, valorizando as culturas dominadas e de resistência que foram marginalizadas violentamente tanto pela colonização quanto pelo capitalismo. Desse modo, temos como objetivo apresentar uma abordagem de pesquisa disposta ao enfrentamento da violência fazendo-se ouvir a voz dos silenciados na pesquisa em ciências humanas e da sociedade no campo da educação a fim de dignificar o ser humano. Por considerar o corpo por inteiro como produtor de conhecimento, a Sociopoética provoca um deslocamento no modo de pesquisar em educação, talvez mais incisivamente num tempo em que o conhecimento parece ter sido mercantilizado e as linguagens utilizadas na pesquisa educativa cada vez mais distante do terreno da vida.

Texto completo:

PDF

Referências


GAUTHIER, Jacques. O oco do vento: metodologia da pesquisa sociopoética e estudos transculturais. 1ª ed. Curitiba, PR: CRV: 2012. LARROSA, Jorge. Palavras desde o limbo. Notas para outra pesquisa na Educação ou, talvez, para outra coisa que não a pesquisa na Educação. Revista Teias, Rio de Janeiro, v. 13, n. 27. p.287-298, jan./abr. 2012. _____. Tremores: escritos sobre experiência. 1ª. ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014. SANTOS, Iraci dos; GAUTHIER, Jacques; FIGUEIREDO, Nébia Maria de Almeida de; Et. al. A perspectiva estética no cuidar/educar junto às pessoas: apropriação e contribuição da sociopoética. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, 15 (Esp). p. 31-8, out. 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)