UMA ANÁLISE DAS POSSÍVEIS RELAÇÕES ENTRE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E VIOLÊNCIA ESCOLAR NA VISÃO DOS PROFESSORES DO 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE UMA ESCOLA MUNICIPAL DE OLINDA

Edivam Jose da Silva, Fernanda Costa G. Carvalho

Resumo


Este Trabalho de Conclusão de Curso, tem como objetivo verificar as possíveis relações entre as práticas pedagógicas e a violência escolar na visão dos professores do 4º ano do Ensino Fundamental I de uma escola municipal em Olinda PE.  Para tanto buscamos a partir de uma coleta de dados, verificar documentos; observar o cotidiano da sala de aula e por fim, realizamos entrevistas com os professores da Escola, com intuito de compreender, nas suas práticas e falas, as possíveis relações entre as práticas pedagógicas vivenciadas em sala de aula, cotidianamente, com as ações violentas, do alunos, entre si e dos discente com os professores. No contexto atual a educação é chamada a assumir uma função social de produção e democratização do conhecimento, como é visto nas novas demandas sociais, educacionais e políticas. Com o intuito de dar conta dos objetivos propostos e responder a questão norteadora desta pesquisa: se as práticas pedagógicas vivenciadas no cotidiano da sala de aula do 4º ano do ensino fundamental I em uma escola municipal de Olinda poderíam estar relacionadas as ações indesejadas e a violência, entre alunos e entre alunos e professores, no cotidiano da escola e no cotidiano da sala de aula, propomos uma pesquisa  qualitativa que como diz Bogdan e Biklen (1982): “tem o ambiente natural como sua fonte direta de dados e o pesquisador como seu principal instrumento.A pesquisa qualitativa supõe contato direto e prolongado do pesquisador com o ambiente e a situação que está sendo investigada”(p.87). Dessa forma, os dados coletados foram predominantemente descritivos, do qual os materiais obtidos nas pesquisas são ricos em descrições de pessoas, situações e acontecimentos. Sendo a preocupação com o processo muito maior do que com o produto.  Podemos justificar a escolha pela instituição de ensino público da cidade de Olinda -PE, pelo fato da referida instituição vivenciar problema de aprendizagem e disciplinar junto aos discentes. A escola, em questão registrar ainda, ocorrências de depredação e violência. Nossa proposta metodológica se constituiu primeiramente, na análise minuciosa dos documentos da instituição de ensino: seu Regimento interno; Ata do Conselho Escolar; Plano de Ensino e Projeto Político Pedagógico. Em seguida, a partir de observações realizadas, em sala e no espaço do recreio, analisamos um cotidiano de práticas pedagógicas distanciadas   do que constava nos planejamentos e no Projeto Político Pedagógico (PPP) da instituição. Verificamos que a teoria ali destacada e as ações nos documentos planejadas, não impactuavam na construção das práticas pedagógicas aplicadas naquela instituição de ensino público de Olinda PE. No entanto, encontramos uma professora que apresentava uma proposta pedagógica mais próxima dos Projetos, Planos e Planejamentos registrados da escola. Destacamos que os comportamentos violentos não foram observados junto a esta professora observada. A partir das entrevistas com os docentes da Escola, podemos perceber uma diversidade de ações pedagógicas sendo vivenciadas, todavia, com poucas inspirações democráticas, participativas. Fica evidenciado as relações entre práticas pedagógicas e violência, no cotidiano de trabalho de muitos professores da instituição pesquisada. Constatamos que, apesar dos dispositivos legais referentes ao processo de formação de professores, às metodologias e o currículo caminharem no sentido de garantir e conferir ao aluno, dentro da estrutura federativa, a efetivação dos objetivos da educação democrática e cidadã, ainda não se tem conhecimento sobre sua materialização com qualidade em muitas das salas observadas nessa pesquisa.


Texto completo:

PDF

Referências


FREIRE, Paulo R. Neves. Educação Como Pratica de Liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.

LÜDKE, Menga Marli E.D.A. André. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas I. São Paulo: EPU, 1986.

MILHOMES, Ione de Castro. Recreio Dirigido: Diversão e Aprendizado para Crianças dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. coordenação escolares- tores.mec.gov.br/uft/file.../TCC_VERSÃO_AUTORIZADO.PDF - acessado em 03/06/2018.

MOREIRA, M.A. Pesquisa em Educação em Ciências: Métodos Qualitativos Programa Internacional de Doctorado en Enseñanza de las Ciencias. Universidad de Burgos, Espanha; Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil. Texto de Apoio n° 14. Publicado em Actas del PIDEC, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)