D. JOSÉ JOAQUIM DA CUNHA DE AZEREDO COUTINHO: Um Bispo ilustrado em Pernambuco

Fabiana Schondorfer Braz

Resumo


O artigo pretende reconstruir parte da trajetória de D. José Joaquim da Cunha de Azeredo Coutinho, membro de uma família tradicional do Rio de Janeiro, inclusive ligada a nobres portugueses, que foi bispo de Pernambuco entre os anos de 1794 e 1802. Passamos desde um breve comentário do estabelecimento dos Azeredo Coutinho no Brasil; a infância e a formação do seu filho mais ilustre; a apropriação da doutrina pedagógica do Seminário de Olinda, do qual o bispo Coutinho foi fundador e responsável pela redação dos Estatutos, feita pelos clérigos egressos do mesmo seminário em favor da Revolução Pernambucana de 1817; e, por fim, uma reflexão sobre o papel do bispo Azeredo Coutinho neste processo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.