Comportamento Financeiro do Consumidor: Educação financeira de alunos de ensino médio em escolas públicas e privadas

Bruna Gerlany de Souza Nascimento, José Cícero de Castro, Marconi Freitas da Costa, Francisco Ricardo Bezerra Fonsêca

Resumo


As novas demandas de consumo tornaram o dinheiro fator essencial para atendimento das necessidades humanas. Assim, o comportamento consumista trouxe uma visão de que gastar para suprir um desejo é sinônimo de bem-estar e prestígio social. Mas as pessoas têm empregado seus rendimentos na realização de sonhos sem um planejamento financeiro prévio. Esse estudo almeja apresentar o perfil comportamental dos entrevistados na tomada de decisões financeiras. Quanto às justificativas, apontase o elevado nível do endividamento familiar, o interesse governamental para formação de cidadãos com mais consciência financeira com a criação do Projeto Nacional de Educação Financeira e a Base Nacional Comum Curricular – BNC. Para tanto, foi realizado um survey, aplicando um questionário a uma amostra de 275 alunos, cursando o terceiro ano do ensino  médio  em escolas públicas e particulars em uma cidade do interior de Pernambuco. Foi feita uma análise de abordagem qualitativa e quantitativa. Partindo desse pressuposto, os resultados encontrados mostram que a educação financeira é considerada de grande relevância para os entrevistados.

Texto completo:

PDF

Referências


AEF-BRASIL. Educação financeira nas escolas. 2015. Disponível em: Acesso em: 01.12.2015.

Andrade, M. M. (2007). Introdução à metodologia do trabalho científico: elaboração de trabalhos na graduação. 8. ed. São Paulo: Atlas.

BACEN. BANCO CENTRAL DO BRASIL. Banco Central do Brasil: fique por dentro / Banco Central do Brasil. - 4. ed.- Brasília : BCB, 2008. 36 p.: il. Programa de Educação Financeira do Banco Central (PEF-BC). 1. Bancos – Livro didático. I. Título.

BACEN. BANCO CENTRAL DO BRASIL. Caderno de educação financeira – gestão de finanças pessoais. Brasília: BCB, 2013.

Bradley, J. (1993). Methodological issues and practices in qualitative research. Library Quarterly, 63(4), 431-449.

Bussab, W. O. Estatística básica. 5ª ed. São Paulo: Editora Saraiva, 2002.

Gil, A. C. Técnicas de pesquisa em economia e elaboração de monografias. 4.ed. São Paulo: Atlas, 2002.

Hofmann, R. M. & Moro, M. L. F. (2012). Educação matemática e educação financeira: perspectivas para a ENEF. Revista de Educação Matemática – Zetetike. 20(38), 37-54.

Keynes, J. M. (1982). A teoria geral do emprego, do juro e da moeda. 1a ed. São Paulo: Atlas.

Kiyosaki, R. T. & Lechter, S (1998). Filho rico, filho vencedor: Como preparar seu filho para ganhar dinheiro. Rio de Janeiro: Elsevier.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.