Percepção de papéis e competências gerenciais em uma “burocracia profissional”: estudo de caso no CAA-UFPE

Jessica Rani Ferreira de Sousa, Myrna Sueli Silva Lorêto, Elisabeth Cavalcanti Santos

Resumo


Tomando como referência a configuração da chamada “burocracia profissional” proposta por Mintzberg, o presente estudo objetivou descrever a percepção de papéis e competências gerenciais por gestores profissionais do Centro Acadêmico do Agreste da UFPE. Este estudo de caso qualitativo utilizou a análise pragmática da conversação como método para avaliação dos resultados obtidos por meio de entrevistas semiestruturadas, realizadas com treze profissionais do campus, cujas práticas pedagógicas precisaram ser conciliadas com práticas e competências gerenciais, em virtude da ocupação de cargos de coordenação ou de direção, incluindo: coordenadores de núcleo, de curso ou de extensão, direção e vice direção do Centro. Dentre os resultados obtidos, destacaram-se a importância da instituição do colegiado e das suas várias instâncias deliberativas como fontes para o debate sobre direitos, deveres e mediação de conflitos; a relevância da capacidade de saber ouvir e da competência de negociação em se tratando da gestão acadêmica.

Texto completo:

PDF

Referências


Alves, S. (2004). Racionalidade, carisma e tradição nas organizações empresariais contemporâneas. Recife: Editora Universitária da Ufpe.

Blau, P. M. (1995). The dynamycs of bureaucracy: a study of interpersonal relations in two government agencies. Chicago: University of Chicago Press.

Brandão, H. P., Borges-Andrade, J. E., Freitas, I. A. de, & Vieira, F. T. (2010, janeiro/março). Desenvolvimento e estrutura interna de uma escala de competências gerenciais. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 26(1), pp. 171-182.

Carbone, P. P., Brandão, H. P., Leite, J. B. & Vilhena, R. M. (2009). Gestão por competências e gestão do conhecimento. 3.ed. Rio de Janeiro: FGV,

Closs, L. Q. & Antonello, C. S. (2008). O uso do método de história de vida para compreensão dos processos de aprendizagem gerencial. Anais do Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil, 32.

Dutra, J. S. (2004). Competências: conceitos e instrumentos para a gestão de pessoas na empresa moderna. São Paulo: Atlas.

Fernandes, B. H., Fleury, M. T. & Mills, J. (2006, outubro/dezembro). Construindo o diálogo entre competência, recursos e desempenho organizacional. Revista administração de empresas, São Paulo, 46(4), pp. 48-65.

Fleck, C. F. & Pereira, B. A. D. (2011, abril/junho). Professores e gestores: análise do perfil das competências gerenciais dos coordenadores de pós-graduação das Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) do RS, Brasil. Organizações & Sociedade, 18(57), art. 5, pp. 285-301.

Fleury, M. T. L. (2002). As pessoas na organização. 2. ed. São Paulo: Gente.

Fleury, M. T. L. & Fleury, A. (2001). Construindo o conceito de competência. Revista administração contemporânea, Curitiba, 5(n. esp), pp. 183-196. Fleury, M. T. L. & Sarsur, A. (2006). O quadro negro como tela: o uso do filme “Nenhum a menos” como recurso de aprendizagem em gestão por competências. Anais do Encontro da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração, Salvador, Bahia, Brasil, 30.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.