O MUNDO DO TRABALHO NA SALA DE AULA: UMA PROPOSTA UTILIZANDO ANTIGUIDADE CLÁSSICA

Lucas Guedes Pereira Arnaud Arroxelas, Priscilla Gontijo Leite

Resumo


O artigo objetiva explanar alguns temas relacionados com o mundo do trabalho nas sociedades antigas e a relação dessa dimensão com o ensino de História Antiga. Com isso, serão abordados assuntos como a importância da categoria do trabalho na compreensão da sociedade, a visão dos antigos quanto ao trabalho, o trabalho livre, o trabalho compulsório, os ofícios, as mulheres e a relação do mundo do trabalho com o ensino da Antiguidade Clássica.

 


Palavras-chave


História do Trabalho; Ensino de História; História Antiga

Texto completo:

PDF

Referências


CARDOSO, Ciro Flamarion S.. O Trabalho compulsório na Antiguidade: ensaio introdutório e coletânea de fontes primárias. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1984.

CASSON, Lionel. The Ancient Mariners: Seafarers and Sea Fighters of the Mediterranean in Ancient Times. 4. ed. New York: The Macmillan Company, 1967.

CERQUEIRA, F. V. Evidências iconográficas da participação de mulheres no mundo do trabalho e na vida intelectual e artística na Grécia antiga. In: IV Encontro de História da Arte - A Arte e a História da Arte entre a Produção e a Reflexão - 2008, 2010, Campinas. Atas do IV Encontro de História da Arte - A Arte e a História da Arte entre a Produção e a Reflexão - 2008. Campinas: Centro de História da Arte e Arqueologia - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas - UNICAMP, 2008. v. 1. p. 151-185.

CHEVITARESE, André Leonardo. A Pesca na Pólis Ateniense no Período Clássico. Phoínix, Rio de Janeiro, v. 2, p.57-69, 1996.

FINLEY, M. I. Escravidão antiga e ideologia moderna. Rio de Janeiro: Graal, 1991.

FINLEY, M. I. La economia de la antigüedad. México, D. F: Fondo de Cultura Económica, 1986.

FINLEY, Moses I. La Grécia Antigua: Economía y Sociedad. Barcelona: Crítica, 1984.

FRANK, Tenney. An Economic History of Rome. 2. ed. Kitchener: Batoche Books, 2004.

FUNARI, P. P. A.; O comércio interprovincial e a natureza das trocas econômicas no Alto Império Romano: as evidências do azeite bético na Bretanha. Phoínix, Rio de Janeiro, v. 6, p. 295-311, 2000.

GALLEGO, Julián. Farming in the Ancient Greek World: How should the small free producers be defined?. Studia Humaniora Tartuensi, Tartu, v. 8, n. 3, p.1-21, 2007.

GIARDINA, Andrea (Org.). O Homem Romano. Lisboa: Presença, 1991.

GUARINELLO, Norberto Luis. História Antiga. São Paulo: Contexto, 2013.

HESÍODO. Os trabalhos e os dias. Tradução e estudo de Luiz Otávio Mantovaneli. São Paulo: Odysseus Editora, 2011.

JOLY, Fábio Duarte. A escravidão na Roma Antiga: política, economia e cultura. São Paulo: Alameda, 2005.

LEITE, Priscilla Gontijo; Dezotti, Lucas Consolin. Política na sala de aula: uma proposta interdisciplinar a partir da Antiguidade. Nuntius Antiquus, Belo Horizonte, V. 13, n.1, 2017.

LESSA, Sérgio. Para compreender a ontologia de Lukács. 4. ed. Maceió: Coletivo Veredas, 2016.

LÓPEZ, Rosalía Rodríguez. La agricultura como officium en el mundo romano. Revue Internationale Des Droits de L'antiquité, Bélgica, v. 49, p.185-202, 2002.

LUKÁCS, György. Prolegômenos para uma ontologia do ser social: questões de princípios para uma ontologia hoje tornada possível. São Paulo: Boitempo, 2010.

MARTIRE, Alex da Silva. Plebs Urbana na Roma Antiga (II a.C. - I d.C.): heterogeneidade, vida e trabalho. 2008. 152 f. TCC (Graduação) - Curso de História, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

MELO, Gabriel da Silva. Mercadores e Comerciantes na Democracia Ateniense: 431-322 a.C. 2015. 259 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de História, UFF, Niterói, 2015.

PIOTROWSKI, Helton A.; VENTURINI, R. L. B. Roma Victor! Um estudo sobre a guerra romana. In: VI Jornada de estudos Antigos e Medievais, 2008, Maringá - PR. VI Jornada de estudos Antigos e Medievais. Anais e Trabalhos completos, 2008.

SILVA, S. C. Aspectos do Ensino de História Antiga no Brasil: algumas observações. Alethéia, Goiânia, v. 1, p. 145-155, 2010.

SILVA, L. L. T.; GONCALVES, J. W. O Ensino de História Antiga: algumas reflexões. In: XXVIII SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA Lugares dos Historiadores: Velhos e Novos Desafios, 2015, Florianópolis. CADERNO DE RESUMOS DO XXVIII SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA Lugares dos Historiadores: Velhos e Novos Desafios. Florianópolis: ANPUH, 2015. p. 629-629.

THEML, Neyde. Artesãos e status na pólis dos atenienses. Phoínix, Rio de Janeiro, v. 10, p.246-256, 2004.

VARGAS, Henry Campos. La Mujer y la Agricultura: una aproximación desde la lengua del Lácio. Ciências Econômicas, San José, v. 28, p.289-294, 2010.

VEYNE, Paul (Org.). História da vida privada, 1: do Império Romano ao ano mil. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

ZARAUZA, José Alejandro. El campesino griego: sujeto de derecho en la pólis. In: VI Coloquio Internacional ΑΓΩΝ: Competencia y Cooperación. De la Antigua Grecia a la Actualidad, 6., 2012, La Plata. Actas del VI Colóquio Internacional ΑΓΩn: Competência y Cooperación de la Antigua Grecia a la Actualidad. La Plata: 2012. p. 839 - 850.




 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.


                                         INDEXADORES

       
 
 
  
 
   
 
 
                                          BUSCADORES 
                                  


                                                      
                                           
                                              MÉTRICAS 
 
GOOGLE ACADÊMICO: https://scholar.google.com.br/citations?hl=pt-BR&user=BbrMvUMAAAAJ