IMPLATAÇÃO DA COLETA SELETIVA NA ASSOCIAÇÃO PESTALOZZI DO RECIFE

Nathália Ferreira de Souza, Alizandra da Silva Paz, Lucilene Alves da Silva, Micheline Barbosa da Motta

Resumo


O presente relato refere-se a um projeto desenvolvido durante a disciplina de Estágio em Ensino de Biologia 1 do curso de licenciatura em ciências biológicas da Universidade Federal de Pernambuco. O projeto foi implantado na Associação Pestalozzi do Recife, cujo público atendido é formado por jovens e adultos com deficiência física e mental. Vale ressaltar que muitas das oficinas e cursos profissionalizantes lá oferecidos geram produtos que são comercializados em eventos promovidos pela própria associação e torna-se um negócio lucrativo para todos. Tendo em vista a quantidade de resíduos sólidos manipulados e gerados pelas oficinas, o projeto teve como objetivo realizar atividades educativas voltadas para incrementar a reutilização desses resíduos com a implementação da coleta seletiva incentivada em palestras e pelo uso de coletores. Segundo o IBGE (2001) boa parte dos municípios brasileiros não realizam coleta seletiva e o lixo inorgânico (plásticos, garrafas, jornais e papelão) é jogado de forma inadequada nas ruas, causando transtornos e enchentes em período de chuvas. Segundo Ribeiro e Besen (2007), a separação do lixo deve ser um hábito amplamente estimulado, pois promove educação ambiental e consequentemente reduz o consumo excessivo e combate o desperdício.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife - PE, 50670-901.