PROPOSTA DE UMA ATIVIDADE EXPERIMENTAL PARA A DETERMINAÇÃO DO PH NO ENSINO FUNDAMENTAL

Rejane Maria da Silva, Rayane de Tasso Moreira Ribeiro

Resumo


O potencial hidrogeniônico (pH), é um índice que indica a acidez, neutralidade ou alcalinidade de um meio qualquer, essa escala do pH pode variar de zero até 14. Tendo em vista os custos elevados dos corantes artificiais e as dificuldades de sua aquisição comercial, esse estudo objetiva utilizar flores que ocorrem no entorno da Escola Nossa Senhora de Fátima, como indicadores de pH em aulas práticas de ciências do 9º ano. As coletas foram realizadas no espaço interno e externo ao prédio da Escola Nossa Senhora de Fátima. Foram analisadas seis espécies: Tagetes patula L, Bidens gardneri Baker, Zínias elegantes L., Lantana camara L., Hibiscus Sabdariffa L. e Native sarsaparilla L. Para determinação do pH foram usados tubos de ensaio, numerados de 1 a 5. Foram usados 5mL de cada substância com diluição de 50%, no tubo 1 usou-se hidróxido de amônio (NH4OH), no tubo 2 bicarbonato de sódio (NaHCO3), Água desmineralizada (H2O) no tubo 3, Ácido acético (CH3COOH) no tubo 4 e Ácido clorídrico (HCl) no tubo 5. As substâncias para realização dos experimentos. Foram introduzidas em cada tubo de ensaio sete gotas da tintura produzida a partir das pétalas das flores, com o auxílio da pipeta de Pauster. Foi feita agitação mecânica por 30 segundos e em seguida leitura dos resultados. Todas as plantas analisadas se mostraram reagentes diante de substâncias com pH ácido e básico. Em relação as colorações, Zínias elegantes L., mostrou-se a mais parecida com aquelas apresentadas pela Fenoftaleina, as demais espécies apresentaram cores diferenciadas. O extrato etanólico obtido das flores estudadas apresentam potencialidade para a demonstração do comportamento de indicadores de pH e para medidas de pH. Isto pode servir para facilitar a abordagem didática de outros conceitos relacionados, favorecendo a compreensão dos estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental nas aulas de ciências.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife - PE, 50670-901.