ASPECTOS DA SUBORDINAÇÃO NO DIREITO DO TRABALHO. Suas implicações no contexto das novas tecnologias da comunicação e da informação.

Everaldo Gaspar Andrade, Zelia Costa Santos Bezerra

Resumo


A doutrina clássica aponta o trabalho livre-subordinado como objeto do Direito do Trabalho. Por isso, o tema subordinação, conecta-se com o Poder Diretivo ou Disciplinar do empregador. A partir da Revolução Tecnológica empreendida nos últimos anos, aliada à inserção das novas tecnologias da informação e da comunicação no mundo do trabalho, essa mesma doutrina clássica vem apresentando, como modo de enfrentamento da crise da subordinação, os conceitos de parassubordinação e de flexisseguração. Os autores deste artigo entendem, primeiro, que o tema não será convenientemente desvendado sem se articular estas duas propostas àquelas que vêm sendo apresentadas pela teoria organizacional conservadora – a empregabilidade e o empreendedorismo. Reforça as suas convicções na ideia de que a inserção das novas tecnologias e o aparecimento dos infoproletários desencadearam um controle maior sobre o trabalho e uma ampliação na jornada a ser cumprida e, por consequência, os rituais do sofrimento. Ideologicamente, houve uma autorrealização imposta, quando se passou a cooptar a autonomia e impor novas formas de opressão no interior das organizações.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Everaldo Gaspar Andrade, Zelia Costa Santos Bezerra

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

DIRETÓRIOS, PORTAIS E INDEXADORES:

 

 

 

  vLex Brasil

 

 

AVALIADO PELO

 

INSTITUCIONAL