O PRAGMATISMO ESTÉTICO E SOCIAL DE JOHN DEWEY

Clóvis Falcão

Resumo


Numa divisão tradicional, a estética, a epistemologia e as questões sociais ocupam campos teóricos distintos. Embora esses campos se relacionem com frequência na literatura, poucas vezes são tão unidos quanto na filosofia de John Dewey. Para este autor, um iluminista no sentido mais poético do termo, a compreensão do mundo é estética, e o conhecimento científico pressupõe, em última instância, a intuição típica do artista. Nessa visão unitária do conhecimento e da natureza humana, a estrutura socioeconômica é a grande responsável pela cisão, na filosofia e na cultura em geral, entre verdade e beleza. Este texto é um breve resgate da filosofia de Dewey e, indiretamente, da união intuitiva que caracteriza as primeiras décadas do pragmatismo filosófico.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



 DIRETÓRIOS, PORTAIS E INDEXADORES:

     Directory of Research Journals Indexing LogovLex Brasil

 

 

 

 

AVALIADO PELO

 

INSTITUCIONAL