Uma experiência de especialização de professoras primárias em Desenho e Artes Industriais no Instituto de Educação do Distrito Federal – RJ (1932-1939)

José Roberto Pereira Peres

Resumo


Desenho e Artes Industriais para professores primários que foram criados por iniciativa do professor Fernando Nerêo de Sampaio, no Instituto de Educação do Distrito Federal (Rio de Janeiro), no período de 1932 a 1939, momento em que a instituição formava professores primários em nível superior. As questões que nortearam a pesquisa foram: quais os conhecimentos, valores e habilidades com os quais se queria dotar esses professores primários de Desenho e Artes? Quais eram as finalidades e que efeitos se queria promover com esse tipo de formação? Para essa tarefa recorreu-se a fontes documentais encontradas no acervo do Centro de Memória da Educação Brasileira, do
Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro – CMEB/ISERJ. Essas fontes consistem em: a) Programas de Ensino dos Cursos de Formação de Professores Primários, de Aperfeiçoamento e Especialização em Desenho e Artes do Instituto de Educação do Distrito Federal; b) um catálogo da 4ª Exposição de Desenho e Artes Aplicadas de 1935. A
análise centra-se à luz dos estudos sobre currículo e disciplinas escolares, destacando as contribuições de Ivoor Goodson (1997; 2012; 2013) e André Chervel (1990), bem como as questões de gênero no magistério tendo como referência o trabalho de Guacira Lopes Louro (2001). Dessa forma, busca-se empreender uma análise da relevância do ensino artístico na formação do professor primário, focalizando a formação nos cursos de Especialização em Desenho e Artes do Instituto de Educação do Distrito Federal.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.