Análise comparativa de textos que orientam o trabalho educacional: décadas diferentes, mesmas prescrições

Eliane Gouvêa Lousada, Ermelinda Barricelli

Resumo


Resumo: Este artigo tem por objetivo discutir o trabalho do professor representado em textos encontrados em situações de trabalho educacional, baseando-se, em primeira instância, nos pressupostos teóricos do interacionismo sociodiscursivo (Bronckart, 2004, 2006, 2008), mas também em pressupostos teóricos de algumas das vertentes das ciências do trabalho. Primeiramente, apresentaremos uma discussão teórica sobre a visão de trabalho educacional, numa abordagem mais ampla do desenvolvimento profissional. Em seguida, serão propostos instrumentos e metodologias que possibilitam a análise do trabalho educacional representado nos textos que o re-configuram. Finalmente, apresentaremos a análise de dois textos que veiculam prescrições sobre o trabalho docente.

Palavras chave: agir, trabalho educacional, trabalho prescrito, realizado, real.


Abstract: This paper aims at discussing the work of teaching through some texts that are found within teaching situations. The main theoretical framework of this paper is the Socio-discursive Interactionism (Bronckart, 2004, 2006, 2008), but also some concepts of the Sciences of Work. We will present firstly a theoretical discussion about the way of viewing the work of teaching within a broader view of professional development. After that, we will suggest tools and methodologies to analyse the work of teaching through these texts. Finally, the analysis of two texts that show prescriptions will be presented.

Key words: acting, work of teaching, prescriptions, accomplished work, real work.


Texto completo:

PDF

Referências


ABREU-TARDELLI, L. S. trabalhodoprofessor@chateducacional.com.br- Aportes para compreender o trabalho do professor iniciante em EAD. Tese de Doutorado – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.

ADAM, J. M. Entre conseil et consigne: les genres de l’action. Pratiques, 2001, 111/112:7-38.

AMIGUES, R. Trabalho do professor e trabalho de ensino. In: MACHADO, A.R. (org.) 2004. O ensino como trabalho. Uma abordagem discursiva.Londrina: Eduel, 2004.

BARRICELLI, E. A reconfiguração pelos professores da proposta curricular de educação infantil. Dissertação de Mestrado, LAEL/PUC SP, 2007.

_____________. O trabalho do professor de educação infantil interpretado em textos oficiais. In: O professor e seu trabalho: a linguagem revelando práticas docentes, edited by Machado, A.R., Lousada, E.G., Ferreira, A. D.. e ed 1. Vol. 1, 97-118. Campinas: Mercado de Letras, 2011.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto – Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil (RCNEI). Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRONCKART, J.P. Atividade de Linguagem, textos e discursos: por um interacionismo sócio-discursivo. Tradução Anna Rachel Machado e Péricles Cunha. São Paulo: EDUC, 1997/2003.

_______________ Pourquoi et comment analyser l’agir verbal et non verbal en situation de travail. In: Cahiers de la Section des Sciences de l’Éducation, Genève, n.103, 2004.

_______________ Atividade de Linguagem, discurso e desenvolvimento humano. In: MACHADO, A.R.; MATENCIO, M.L.M. (orgs.) Atividade de Linguagem, discurso e desenvolvimento humano. Campinas: Mercado de Letras, 2006.

_______________. O agir nos discursos: das concepções teóricas às concepções dos trabalhadores. Tradução: Anna Rachel Machado e Maria de Lourdes Matencio. Campinas: Mercado de Letras, 2008.

BRONCKART, J.P.; MACHADO, A.R. Procedimentos de análise de textos sobre o trabalho do professor. In: MACHADO, A.R. (org.). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina: EDUEL, 2004.

BUENO, L. A construção de representações sobre o trabalho docente: o papel do estágio. Tese de Doutorado LAEL/ PUC SP, 2007.

__________. O trabalho docente em diários de estágio: confronto e perspectivas no olhar do futuro professor. In: Congresso Internacional Linguagem e Interação II, 2010, São Leopoldo. Anais do Congresso Internacional Linguagem e Interação II. São Leopoldo: Unisinos. v. Único, 2010.

CLOT, Y. La fonction psychologique du travail. Paris: Presses Universitaires de France, 1999.

_________. Vygostsky: au delà de la psychologie cognitive. Conferência realizada pelo Ciclo de Eventos Segundas do LAEL, 2004.

________. Travail et pouvoir d’agir. Paris: Presses Universitaires de France, 2008.

CLOT, Y, Faïta, D. et al. Entretiens en auto-confrontation croisée: une méthode en clinique de l’activité. Clinique de l’activité et pouvoir d’agir, Paris, n. 146, p. 17–25, 2001.

CORRÊA, A. P. de J. Letramento, alfabetização e trabalho do professor representados nos PCNs. Dissertação de Mestrado, LAEL - PUC/SP, 2007.

CRISTOVÃO, V. L. L. Procedimentos de análise e interpretação em textos de avaliação. In: GUIMARÃES, A.M. de M., MACHADO, A.R.; COUTINHO, A. (orgs.) 2007. O Interacionismo sociodiscursivo: questões epistemológicas e metodológicas. Campinas: Mercado de Letras, 2007.

DREY, R. O processo inicial de competência profissional docente: por uma análise multimodal do trabalho real/concretizado. Tese de Doutorado, Unisinos, São Leopoldo, 2011.

FAÏTA, D. Gêneros de discurso, gêneros de atividade, análise da atividade do professor. In: Machado, A. R. (Org.) O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina : Eduel, 2004, p. 53-80, 2004.

________. Análise dialógica da atividade profissional. Rio de Janeiro: Imprinta Express, 2005.

_______. Le métier d’enseigner - O trabalho de ensinar. Conferência realizada pelo Ciclo de conferências O professor e seu trabalho, pela Área de Estudos Linguísticos, Literários e Tradutológicos em Francês da FFLCH-USP, 2011.

FERREIRA, A. D. Considerações sobre o contexto do trabalho docente com tecnologias digitais. In: MACHADO, A. R. (Org.) ; LOUSADA, E. G. (Org.); FERREIRA, A. D. (Org.). O professor e seu trabalho: a linguagem revelando práticas docentes. 1. ed. Campinas: Mercado de Letras, p. 29-59, 2011.

FILLIETTAZ, L. Une sémiologie de l’agir au service de l’analyse des textes procéduraux. In: Cahiers de la Section des Sciences de l’Éducation, Genève, n.103, 2004.

GAMERO. R. Pesquisa? Só no paper! A constituição identitária do professor-pesquisador em formação inicial. Dissertação de mestrado, UEL, Londrina, 2011.

GUÉRIN, F. et al. Compreender o trabalho para transformá-lo: a prática da ergonomia. Tradução: Giliane M. J. Ingratt e Marcos Mafferi. São Paulo: Blücher – Fundação Vanzolini, 2001.

GUIMARÃES, A. M. de M. O agir educacional nas representações de professores de língua materna. In: GUIMARÃES, A.M. de M., MACHADO, A.R.; COUTINHO, A. (orgs.) 2007. O Interacionismo sociodiscursivo: questões epistemológicas e metodológicas. Campinas: Mercado de Letras, 2007.

KOSTULSKI, K. Le métier de procureur de la République au quotidien: de l’activité empêchée à la créativité. Rapport final de l’intervention réaliséee à la demande de l’École nationale de la magistrature sur ‘l’analyse du métier de procureur de la République’, 2009.

LEONTIEV, K. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Livros Horizontes, 1978.

LOUSADA, E. G. Entre o trabalho prescrito e o realizado: um espaço para a emergência do trabalho real do professor. Tese de Doutorado, PUC - São Paulo, 2006.

____________. Aprendendo o “métier” de professor: uma análise de textos produzidos em situação de formação inicial de professores de francês. In: SZUNDY, P. T. C; ARAÚJO, J.C.; NICOLAIDES, C.S.; SILVA, K. A. Linguística Aplicada e sociedade: Ensino e Aprendizagem de línguas no Contexto Brasileiro. Campinas, Pontes, p. 111-134, 2011a.

____________. A emergência da voz do métier em textos sobre o trabalho do professor. In: MACHADO, A. R. (Org.) ; LOUSADA, E. G. (Org.); FERREIRA, A. D. (Org.). O professor e seu trabalho: a linguagem revelando práticas docentes. 1. ed. Campinas: Mercado de Letras, p. 61-96, 2011.

MACHADO, A.R. (org.) O ensino como trabalho. Uma abordagem discursiva.Londrina: Eduel, 2004.

_______________. Por uma concepção ampliada do trabalho do professor. In: GUIMARÃES, A.M. de M., MACHADO, A.R.; COUTINHO, A. (orgs.). O Interacionismo sociodiscursivo: questões epistemológicas e metodológicas. Campinas: Mercado de Letras, 2007.

______________ Linguagem e Educação: O trabalho do professor em uma nova perspectiva. Organizadoras: ABREU-TARDELLI, L. S. e CRISTOVÃO, V. L. L. Campinas: Mercado de Letras, 2009.

MACHADO, A.R.; BRONCKART, J.P. De que modo os textos oficiais prescrevem o trabalho do Professor? Análise comparativa de documentos brasileiros e genebrinos. Revista Delta nº 21/2. p.183-214, 2005.

MACHADO, A.R.; LOUSADA, E.G. A apropriação de gêneros textuais pelo professor: em direção ao desenvolvimento pessoal e à evolução do “métier”. Linguagem em (Dis)curso, Palhoça, SC, v. 10, n. 3, p. 619-633, set./dez. 2010.

MACHADO, A. R. (Org.) ; LOUSADA, E. G. (Org.); FERREIRA, A. D. (Org.). O professor e seu trabalho: a linguagem revelando práticas docentes. 1. ed. Campinas: Mercado de Letras, v. 1. 288 p., 2011.

MAZZILLO, T. M.da F. O trabalho do professor de língua estrangeira representado e avaliado em diários de aprendizagem. Tese de Doutorado defendida no LAEL – PUC/SP, 2006.

MUNIZ-OLIVEIRA. S. O trabalho de elaboração de resumo para congresso do professor de pós-graduação stricto sensu: dificuldades e conflitos. In: Congresso Internacional Linguagem e Interação II, São Leopoldo. Anais do Congresso Internacional Linguagem e Interação II. São Leopoldo: Unisinos. v. Único, 2010.

ODDONE, I. et. al. Redécouvrir l’expérience ouvriére. Vers une autre psychologie du travail. Paris: Éditions Sociales, 1981.

ROGER, J.-L. Refaire son métier: essais de clinique de l’activité. Ramonville Saint- Agne, Editions érès, 2007.

SÃO PAULO. Tempos e Espaços para a infância e suas linguagens nos CEIs, creches e EMEIs. Secretaria Municipal de Educação. Diretoria de Orientação Técnica. São Paulo: SME / DOT, 2006.

SAUJAT, F. Systèmes d’apprentissage: systèmes d’évaluation. Thèse de Doctorat – Université de Provence, Provence, 2002.

_____________. Analyse du travail et formation professionnelle dans le champ des métiers de l’éducation. Curso ministrado Lael, PUC-SP, 2004a.

__________. O trabalho do professor nas pesquisas em educação: um panorama. In: MACHADO, A. R. (org.). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina, Eduel. p. 3-34, 2004b.

WISNER, A. Partir de l’ergonomie. In: CLOT, Y. Travail et pouvoir d’agir. Paris: Presses Universitaires de France, 2008.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i08p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional