A utilização de uma metodologia em textos poéticos para estudos fonológico-historiográficos do Português

Ana Carolina Cangemi, Thaís Holanda de Abreu

Resumo


Resumo: Este artigo objetiva evidenciar a importância da escolha de um corpus de caráter poético (no caso, as cantigas religiosas em louvor à Virgem Maria, denominadas Cantigas de Santa Maria - CSM) para estudos de natureza fonológica em Português Arcaico (PA), principalmente aqueles relacionados a fenômenos prosódicos, como o acento nos nomes diminutivos e os processos de sândi vocálico externo. Tais fenômenos são de difícil reconhecimento a partir de textos em prosa - sobretudo quando se tem como base de investigação um estágio anterior da língua, do qual não é possível encontrar falantes nativos vivos. Somente por meio da metrificação de textos poéticos, podemos reconhecer aspectos fundamentais para a investigação do acento e dos processos de sândi, como a duração das sílabas e a localização de acentos e cesuras no interior dos versos.

Palavras-chave: Textos poéticos; fenômenos prosódicos; acento; processos de sândi; Cantigas de Santa Maria.

 

Abstract: This paper aims to evidence the importance of choosing a poetical corpus (in this case, the religious Cantigas in honor of Virgin Mary, called Cantigas de Santa Maria) for a study of phonological nature in Archaic Portuguese (AP), mainly those related to prosodic phenomena, such as diminutive nouns stress and the external vocalic sandhi. These phenomena are so hard to recognize from prose texts - particularly when the research foundation is a previous stage of the language, for which it is impossible to find living native speakers. Only through metrified poetic texts, we can recognize fundamental aspects to stress and sandhi processes investigation, such as syllable duration and stress and the positioning of the caesura in the verses.

Keywords: Poetical texts; prosodic phenomena; stress; sandhi processes; Cantigas de Santa Maria.


Texto completo:

PDF

Referências


ABERCROMBIE, D. Elements of General Phonetics. Edinburgh: Edinburgh University Press, 1967.

ALLEN, W.S. Accent and Rhythm - Prosodic Features of Latin and Greek, a study in theory and reconstruction. Cambridge: Cambridge University Press, 1973.

BIAGIONI, A. B. A sílaba em português arcaico. 2002. Dissertação (Mestrado em Linguística)Faculdade de Ciências e Letras/UNESP, Araraquara, 2002.

BISOL, L. Sândi vocálico externo: degeminação e elisão. Caderno de estudos linguísticos. Campinas, v. 23, 1992, p. 83-101.

BISOL, L. Sândi vocálico externo. In: ILARI, R. (Org.). Gramática do Português Falado. Níveis de Análise Lingüística. Campinas: Editora da Unicamp, 2002. p.19-35.

BISOL, L. O Sândi e. A Ressilabação. Letras de hoje. Porto Alegre, v. 104, p. 159-168, 1995.

CAGLIARI, L.C; MASSINI-CAGLIARI, G. De sons de poetas ou estudando fonologia através da poesia. In: Revista da Anpoll, n.5. São Paulo, 1998, p.77-105.

CAGLIARI, L. Fonologia do Português: análise pela Geometria de Traços e pela Fonologia Lexical. Campinas: Edição do Autor. 1999a

CAGLIARI, L. Metrificação e fonologia prosódica. in Acento em Português. Campinas: Edição do Autor, pág.71-85. 1999b

CRYSTAL, D. Dicionário de lingüística e fonética. Tradução e adaptação: Maria Carmelita Pádua Dias. Rio de Janeiro: Zahar, 2000.

CUNHA, C. Estudos de Poética Trovadoresca: versificação e ecdótica. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1961.

FARACO, C. Lingüística Histórica: uma introdução ao estudo da história das línguas. 2ª edição. São Paulo: Ática, 1998.

LABOV, W. Resolving the neogrammarian controversy. Language, 57 (2), p. 267-308, 1981.

LEÃO, A. V. Cantigas de Santa Maria de Afonso X, o Sábio: aspectos culturais e literários. Belo Horizonte: Veredas & Cenários, 2007.

MAIA, C. História do Galego-Português. Coimbra: Fundação Calouste Gulbenkian, 1986.

MASSINI-CAGLIARI, G. Cantigas de amigo: do ritmo poético ao lingüístico. Um estudo do percurso histórico da acentuação em Português. Tese (Doutorado em Lingüística)- IEL/UNICAMP, Campinas, 1995.

______.Do poético ao lingüístico no ritmo dos trovadores: três momentos da história do acento. São Paulo: Cultura Acadêmica, 1999a.

______. Sândi Vocálico Externo nas Cantigas Medievais Portuguesas. Trabalho Inédito – Araraquara: FCL – UNESP, 1999b.

______. O sândi vocálico externo no português arcaico visto pela teoria da otimidade. In: Encontro Nacional da Associação Portuguesa de Lingüística Braga: APL, 2000. v. II: p. 59-75.

______. Elisão nas cantigas profanas galego-portuguesas: processo obrigatório ou opcional? Comunicação apresentada no IV EIEM – Encontro Internacional de Estudos Medievais. Belo Horizonte: PUC Minas, 2001.

______. A música da fala dos trovadores: estudos de prosódia do português arcaico, a partir das cantigas profanas e religiosas. Tese (Livre docência em Lingüística). Faculdade de Ciências e Letras-UNESP, Araraquara, 2005.

______. Sândi vocálico externo em Português Arcaico: condicionamentos lingüísticos e usos estilísticos. In: Estudos Linguísticos XXXV. Araraquara: GEL, 2006. p.76-94.

MASSINI-CAGLIARI, G. Legitimidade e identidade: da pertinência da consideração das Cantigas de Santa Maria de Afonso X como corpus da diacronia do Português. In: Novas contribuições para o estudo da história e da historiografia da língua portuguesa. 1. ed. Araraquara: Cultura Acadêmica, 2007, p.101-126.

______.O que é fazer pesquisa em Lingüística Histórica? In: GONÇALVES, A.; GÓIS, M. . ...? , 2010. (no prelo)

MATTOS E SILVA, R. V. O Português Arcaico: Fonologia. São Paulo: Contexto, 1991.

_______. O Português Arcaico: fonologia, morfologia e sintaxe. São Paulo: Contexto, 2006.

METTMANN, W. Cantigas de Santa María (cantigas 101 a 260). Madrid: Castalia, 1988a.

_____. Cantigas de Santa María (cantigas 261 a 427). Madrid: Castalia, 1988b.

_____. Algunas observaciones sobre la génesis de la colección de lãs Cantigas de Santa Maria y sobre el problema del autor. In: Studies on the Cantigas de Santa Maria. Madison: Hispanic Seminary of Medieval Studies, 1987, p. 355-366.

_____. Cantigas de Santa Maria (cantigas 1 a 100). Madrid: Castalia, 1986.

PARKINSON, S. As Cantigas de Santa Maria: estado das cuestións textuais. In: Anuario de estudios literarios galegos. Vigo: 1998. p.179-205.

TOLEDO NETO, S. de A. Variação Grafemática Consonantal no Livro de José de Arimatéia (Cod. ANTT 643). 1996. Dissertação (Mestrado em Filologia e Língua Portuguesa)-USP, FFLCH, São Paulo, 1996.

TRASK, R. Dicionário de linguagem e lingüística. Tradução e adaptação de Rodolfo Ilari. São Paulo: Contexto, 2004.

VELOSO, B. O sândi vocálico externo e os monomorfemas em três variedade do português. Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Estudos da Linguagem Dissertação, 2003.

XAVIER, M. F.; MATEUS, M. H. M. (Org.). Dicionário de termos lingüísticos. Lisboa: Cosmos, 1990. v. 1.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i06p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional