Discurso Científico e Dialogismo nas Ciências Humanas

Siani Gois Cavalcanti Rodrigues

Resumo


Resumo: Neste trabalho, analisamos o diálogo travado entre autores de gêneros científicos  e  a alteridade – representada pelos seus interlocutores, pelas regras da academia e pelos autores outros que embasam a produção discursiva. Nesse sentido, consideramos o dialogismo de fundamental importância na produção do discurso científico, porquanto é no terreno do texto de pesquisa que tomam forma todos os embates travados entre os sujeitos da linguagem, pelo viés das condições enunciativas. Buscamos, pois, analisar os vínculos estabelecidos entre o eu e os outros no espaço discursivo. Tal movimento diz da reordenação, no contexto da obra, dos autores outros que embasam o discurso do autor- pesquisador após o recorte da voz social  por este efetuado. É aí que, inevitavelmente, desvela-se a maneira como se opera o efeito-autoria.

 

Abstract: In this paper, we analyze the dialogue between authors of scientific genres and the otherness (alterity) - represented by their interlocutors, by the rules of the academy and by the other authors, used as basis for the discursive production. Thus, we consider that the dialogism has a crucial importance to the production of scientific discourse, once it is on the grounds of research text that all the dialogical exchanges, between the subjects of the language, take shape, by means of the enunciative conditions. We, therefore, aim at analyzing the bonds held between the “I” and the others in the discursive space. Such a movement refers to the reordering, in the context of the work, of the other authors who give basis to the discourse of the author-researcher, after the view of the social voice achieved by the latter. This is where the way how the effect- authorship operates is inevitably revealed.


Texto completo:

PDF

Referências


AMORIN, M. Ato vesus objetivação e outras posições fundamentais no pensamento bakhtiniano. In FARACO, C. A. et alli (orgs). Vinte Ensaios sobre Mikhail Bakhtin. Petrópolis (RJ), Vozes, 2006. p.17-24.

_____.O Pesquisador e seu outro – Bakhtin nas Ciências Humanas. São Paulo: Musa Editora, 2004.

AUTHIER-REVUZ, J. Entre a transparência e a opacidade : um estudo enunciativo do sentido. Revisão técnica da tradução: L. B. Barbisan e V. do N. Flores. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004.

_____. Palavras incertas : As não-coincidências do dizer. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 1998 a.

_____. Enonciation , meta-énonciation : Hétérogénéités énonciatives et problématiques du sujet . In VION, R. (Ed.). Les sujets et leurs discours – enonciation er interaction. Université de Provence, 1998 b. pp 64-79.

BAKHTIN, M. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. Trad. Aurora Fornoni Bernardini et alii. São Paulo: Editora da UNESP e Hucitec, 1988.

BAKHTIN, M. (Voloshinov). Marxismo e Filosofia da Linguagem. 10. ed. Tradução de M. Lahued eY. F. Vieira. São Paulo, Hucitec, 2002.

BAKTHIN, M. Problems of Dostoevesky ’s Poetics. 9. impr . United States of America: University of Minnesota Press: 2003 a.

_____. Estética da Criação Verbal. 4. ed. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003 b.

RODRIGUES. S. G. C. A modalização como expressão da subjetividade no discurso científico. Dissertação (Mestrado em Lingüística). Centro de Artes e Comunicação, Universidade Federal de Pernambuco. Recife: UFPE, 2002.

RODRIGUES. S. G. C e ARAÚJO, G. M. L. A Modalização em Texto Acadêmico: Graus de Explicitude e Engajamento do Autor com o discurso . In Revista Arte Comunicação. Ano 9. n. 8. UFPE. CAC. Recife. Multicopy, 2003.

RODRIGUES. S. G. C.Texto/Discurso: graus de explicitude engajamento do autor com o discurso. In: MOURA, D. (org.). Oralidade escrita: estudos sobre os usos da língua. Maceió: EDUFAL, 2003.

RODRIGUES, S. G. C. e IAPECHINO, M. N. K. Instâncias Enunciativas em o Auto da Compadecida: O Julgamento de João Grilo. In Anais da XXI Jornada de Estudos Lingüísticos do Nordeste , João Pessoa (PB), 2006. p. 2694-2701.

RODRIGUES, S. G. C. O Processo de Escrita do Candidato do ENEM: Autoria Versus Apagamento de Autoria . In ANDRADE, G. G. e RABELO, M. L. (orgs). A Produção de Textos no ENEM – Desafios e Conquistas . Brasília: UnB, 2007. p. 197-206.

_____.O Autor-Pessoa Bakhtiniano e o Autor-Pesquisador: Possíveis Interseções . In: DIONÍSIO, A. P. et alli (orgs). Anais do PG Letras 30 anos – O Caminho se Faz Caminhando . Volume I. Recife: UFPE, 2007.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i04p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional