Da utopia à distopia: política e liberdade

Carolina Dantas de Figueiredo

Resumo


Resumo: O presente artigo pretende realizar uma breve discussão sobre a questão da configuração das utopias como sistemas políticos e sobre como a liberdade individual dos sujeitos  é tratada nelas. A questão que aqui se coloca é: os sujeitos são capazes de atingir naturalmente este estado de harmonia ou é necessário que alguma força aja sobre eles? Havendo a incidência desta força teríamos uma utopia ou distopia? No sentido de refletir sobre o tema realizamos uma revisão bibliográfica de autores e pensadores utópicos e distópicos, tenham estes escrito ficções ou formulado utopias políticas, preconizando suas aplicações e possibilidades no momento presente.

Palavras-chave: Utopia, distopia, liberdade e controle.

 

Abstract: The current article intents to  carry through a brief discussion on the configuration of the utopies as politcs systems and how they treat  the individual freedom of the citizens. The question that is placed here is: are the citizens capable to reach naturally this harmony state or is the action of some kind of force on them is necessary? Once that we have the  incidence of this force is the system utopic or distopic? In order to  reflect on this theme we made a  bibliographical revision of authors and  thinkers of utopies and distopies, fictional or not, its applications and possibilities at the present moment.

Palavras-chave: Utopy, distopy, freedom and control


Texto completo:

PDF

Referências


BAKUNIN, Michael. Estatismo y anarquía. Disponível em: Acessado em: 07 de Maio de 2008.

CONSIDÉRANT, Victor. Manifiesto político y social de la democracia pacífica.

. Acessado em: 07 de Maio de 2008.

FOURRIER. El Falanstério. Disponível em: . Acessado em: 07 de Maio de 2008

LIZARDI, José Joaquín Fernández. Constitución política de uma República imaginaria. . Acessado em: 07 de Maio de 2008.

MARTINS, Ana Claudia Aymoré. Morus, Moreau, Morel: A Ilha como espaço da utopia. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2007.

MORE, Thomas. Utopia. Disponível em: . Acessado em: 05 de Setembro de 2007.

PROUDHON, Pierre-Joseph. What is Property? An Inquiry into the Principle of Right and of Government. Disponível em: . Acessado em: 07 de Maio de 2008.

RABELAIS, François. Gargantua. São Paulo. Hucitec, 1986.

RHODAKANATY, Plotino. Cartilla socialista. Disponível em: . Acessado em: 07 de Maio de 2008.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. O contrato social. Rio de Janeiro: Edições de Ouro.

SAINT-SIMON, Claude Henri de Rouvroy. Cartas de un habitante de Ginebra. .

WEFFORT, Francisco C. Et al. Os clássicos da política. São Paulo: Ática, 2001.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i03p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional