Entre Pessoa e Régio, Miguel Torga

José Rodrigues de Paiva

Resumo


"Situar Miguel Torga entre Fernando Pessoa e José Régio não é exatamente nem exclusivamente apenas uma questão de cronologia literária ou da ordem do estudo das gerações. É uma inferência estética que se poderá confirmar ou não, a depender dos resultados a que leve a análise que aqui se pretende fazer. Do ponto de vista cronológico Miguel Torga está, sim, depois (embora só um pouco depois) de Fernando Pessoa. Quando este morre, em novembro de 1935, o então jovem Adolfo Correia da Rocha, aos 28 anos de idade, já assinara a edição de seis livros: quatro de poesia – Ansiedade (1928), Rampa (1930), Tributo (1931) e Abismo (1932) – e dois de prosa – Pão ázimo (1931) e A terceira voz (1934) –, adotando neste último o seu nome literário. Tinha começado a escrever A criação do mundo e dera início aos registros do Diário. [...]"

Texto completo:

PDF

Referências


PESSOA, Fernando. Mensagem. In _____ . Mensagem e outros poemas afins. Lisboa: Europa-América, 1990.

RÉGIO, José. Poemas de Deus e do Diabo. 8. ed. Porto: Brasília Editora, 1972.

TORGA, Miguel. Antologia poética. Coimbra: [ed. de autor], 1985.

______. Cântico do homem. 3. ed. Coimbra: [ed. de autor], 1954.

______. O outro livro de Job. 4. ed. Coimbra: [ed. de autor], 1958.

______. Orfeu rebelde. 2 ed. Coimbra: [ed. de autor], 1970.

______. Poemas ibéricos. Coimbra: [ed. de autor], 1965.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional