O órgão e a língua (Brasil em X)

Gabriel Torelly

Resumo


Trata-se de um ensaio crítico e poético em torno da natureza da língua e dos limites da linguagem proposicional. Situa-se teoricamente na zona expressiva interdisciplinar elaborada por Deleuze e Guattari em Mil platôs. Partindo dessa perspectiva, postula a consistência de uma espécie de objetidade em devir, cujos traços orbitam especialmente entre os domínios da filosofia, antropologia e literatura. Ao problematizar os limites dos silogismos lógicos clássicos e os deslizamentos de sentido provocados por diferentes usos da linguagem, questiona a dicotomia axial bárbaros/civilizados e os lugares comuns associados à identidade brasileira.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i24p147%20-%20162



 

Qualis (CAPES): B1 (Quadriênio 2013-2016)

Diretórios:


Indexadores:

 JURN: Get the research you need, free

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

 

 

Institucional