METÁFORA CRIADORA: UMA PONTE ORTEGUIANA ENTRE FILOSOFIA E LITERATURA

Eduardo César Maia Ferreira

Resumo


Este artigo trata da dimensão estético-literária e cognitiva da metáfora no pensamento do filósofo espanhol José Ortega y Gasset. Ortega nunca chegou a sistematizar uma teoria geral da metaforização, mas, em diferentes textos, deixou traços que identificam interessantes caminhos para o estudo da metáfora nas áreas da Estética e da Teoria do Conhecimento. Neste texto, irei me aproximar mais especificamente do campo da Estética; ainda que, em Ortega y Gasset, uma separação categórica e completa entre sua teoria do conhecimento e sua estética – ou entre o literário e o filosófico – seja insustentável, e mais: falsa.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i24p96%20-%20107



 

Qualis (CAPES): B1 (Quadriênio 2013-2016)

Diretórios:


Indexadores:

 JURN: Get the research you need, free

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

 

 

Institucional