Caminhos da ficção na história Uma análise do conceito de ficção em Michel de Certeau

Clarissa Paranhos

Resumo


No ensaio intitulado História, ciência e ficção, o historiador francês Michel de Certeau pensa a ficcionalidade particular ao discurso historiográfico por meio de uma aproximação a diversos campos do ficcional, notadamente ao que nomeia “ficção literária”. O artigo se propõe, portanto, a esclarecer o que o autor entende por “ficção literária” e de que modo esta opera na escrita da história.


Palavras-chave


Michel de Certeau; ficção; psicanálise; discurso historiográfico

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i25p291-305



 

Qualis (CAPES): B1 (Quadriênio 2013-2016)

Diretórios:


Indexadores:

 JURN: Get the research you need, free

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

 

 

Institucional