As relações dialógicas nos projetos autorais de livros didáticos de português

Lezinete Regina Lemes, Simone de Jesus Padilha

Resumo


Este artigo propõe apresentar reflexões sobre as relações dialógicas nos projetos discursivos autorais de livros didáticos de português, com base na nossa pesquisa de mestrado, realizada em 2009, em que buscamos compreender a constituição autoral nos livros didáticos de Língua Portuguesa do Ensino Médio em relação ao objeto de ensino análise linguística. Nosso estudo está fundamentado na teoria enunciativo-discursiva de Bakhtin e o Círculo, em que dialogamos com os conceitos do dialogismo, da autoria e das forças centrípetas e centrífugas para analisarmos nossos corpora, dois livros didáticos de Língua Portuguesa do Ensino Médio e os seus respectivos manuais do professor. De acordo com os resultados da nossa pesquisa, os referidos livros mantinham certas relações dialógicas com diferentes vozes sociais e, à medida que analisávamos nosso objeto do discurso, observávamos que os projetos discursivos autorais eram constituídos por discursos tensos, que nos possibilitaram dizer que as forças centrípetas e centrífugas (BAKHTIN, 1934-1935) atuavam ao mesmo tempo nesses projetos.

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, M. M. ([1952-1953]). Os Gêneros do Discurso. In: _____. Estética da Criação Verbal. Traduzido por Paulo Bezerra. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

_________. (1922-1924). O autor e o herói. In:_____ (1979). Estética da criação verbal. Traduzido por Maria Ermantina G. Pereira. 2.ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

_________.(1970-1971). Apontamentos. In:_____ (1979). Estética da criação verbal. Traduzido por Paulo Bezerra. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

________;VOLOCHINOV, V. N (1929). Marxismo e Filosofia da Linguagem. Traduzido por Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. 12.ed. São Paulo: Hucitec, 2006.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais para 3º e 4º ciclos do Ensino Fundamental – Língua Portuguesa, Brasília, DF: MEC/SEF, 1998.

BRASIL/SEMTEC. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília, DF:MEC/SEMTEC, 1999.

______.Orientações curriculares para o ensino médio. volume 1, Brasília, 2006.

BRASIL. Lei nº 9394/96. Lei de Diretrizes e Bases da educação nacional.In:BRASIL/SEMETEC, Parâmetros Curriculares Nacionais: ensino médio. Brasília, DF:MEC/SEMTEC, 1996.

BRASIL/SEMTEC/FNDE (PNLEM 2005) Catálogo Nacional do livro didático para o ensino médio, língua portuguesa. Brasília, DF: MEC, 2004.

BUNZEN, C. Livro Didático de Língua Portuguesa: Um Gênero do Discurso. Campinas, SP: UNICAMP, 2005. (Mestrado em Estudos da Linguagem), do Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, 2005.

CEREJA, W. R.; MAGALHÃES, T. C. Português: linguagens. v. único. São Paulo: Atual, 2003.

FARACO, C. A. Português: língua e cultura. Ensino médio. V. único. Curitiba: Base Editora, 2003.

GERALDI, W. (1984). Unidades básicas do ensino de português. In:______. O texto na sala de aula. 3.ed. São Paulo: Ática, 2002.

LEMES, L. R. O discurso autoral nos livros didáticos de língua portuguesa do ensino médio: Análise Linguística. Cuiabá: UFMT, 2009 (Mestrado em Estudos de Linguagem), do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagem da Universidade Federal de Mato Grosso, 2009.

MEDVIÉDEV, P. N. O método formal nos estudos literários: introdução crítica a uma poética sociológica. Traduzido por Sheila Camargo Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Contexto, 2012.

MENDONÇA, M. Análise linguística no ensino médio: um novo olhar, um outro objeto. In: BUNZEN, C.; MENDONÇA, M. (org.). Português no ensino médio e formação do professor. São Paulo: Parábola Editorial, 2006.

PADILHA, S. J. Os Gêneros Poéticos em Livros Didáticos de Língua Portuguesa do Ensino Fundamental: Uma Abordagem Enunciativa Discursiva. São Paulo: PUC,2005. (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem), do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2005.

PONZIO, A. Encontros de palavras. O outro no discurso. Traduzido por Valdemir Miotello et al. São Carlos: Pedro & João Editores, 2010.

ROJO, R.H.R. Gêneros de discurso/texto como objeto de ensino de línguas: um retorno ao trivium?. In: SIGNORINI, I. (org.). [Re]discutir texto, gênero e discurso. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

VOLOCHINOV, V.N.; BAKHTIN, M.M. Palavra própria e palavra outra na sintaxe da enunciação. São Carlos: Pedro & João Editores, 2011.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i12p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional