HQs digitais e o aprimoramento das capacidades de linguagem

Júlio César Rosa de Araújo, Leonel Andrade dos Santos

Resumo


Resumo: Proporcionar práticas que fomentem o aprimoramento das capacidades de linguagem dos alunos da educação básica brasileira se evidencia como um impetuoso desafio para os professores de Língua Portuguesa. Fundamentados nessa realidade, suscitamos o seguinte questionamento: como empregar ferramentas digitais de produção de histórias em quadrinhos para desenvolver as capacidades de linguagem dos alunos? Como resposta a essa indagação, apresentamos, nesse artigo, dados oriundos de uma pesquisa-ação realizada por meio de Oficinas de Letramentos Digitais (OLDs) em uma escola pública da cidade de Caucaia – CE, e reflexões acerca dessa prática que apontam para a real possibilidade do uso pedagógico da ferramenta disponível gratuitamente na web como um importante meio para aprimorar as capacidades de linguagem dos alunos. Após a análise de um corpus composto por produções de 14 alunos, concluímos que as intervenções realizadas e o uso da ferramenta digital proporcionou o desenvolvimento das capacidades de linguagem dos alunos participantes da pesquisa.

Palavras-Chave: Capacidades de linguagem; ferramenta digital; histórias em quadrinho.

 

Abstract: Providing practices that promote the improvement of language capacities of students who attend basic education in Brazil is a challenge for Portuguese teachers. Based on this reality, we raise the following question: how to use digital tools to produce comics in order to develop the students´ language capacities? To answer this question, we present data from an action research carried out by means of Workshops on Digital Literacies at a public school in Caucaia – Ceará, and also through reflections on this practice indicating a real possibility of the pedagogical use of this free tool, available on the web, as an important means to enhance the students´ language capacities. After the analysis of a corpus comprising the productions of 14 students, we have concluded that the interventions and the use of digital tools have led to the development of language capacities of the students who took part of the research.

Keywords: Language capacities; digital tools; comics.

 


Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, I. Aula de português: encontro & interação. São Paulo: Parábola Editorial, 2003.

_____; Análise de textos: fundamentos e práticas. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.

ARAÚJO, J; SANTOS, L. A. dos. A ferramenta digital máquina de quadrinhos em uma experiência didática com letramento visual. In: RIBEIRO, A. E. ; NOVAIS, A. E. Letramento digital em 15 cliques. Belo Horizonte: RHJ, 2012, p. 45-57.

ARAÚJO, J. O texto em ambientes digitais. In: COSCARELLI, C.V. (org.) Leituras sobre a leitura: passos e espaços nasala de aula. Belo Horizonte: Veredas Editora, 2013, p. 88-115.

BAKHTIN, M. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 2006. 13. ed.

BRONCKART, J. P. Atividade de linguagem, textos e discursos: por um interacionismo sociodiscursivo. 1ª ed. Trad. Anna Rachel Machado. São Paulo: Educ, 1999.

CAVALCANTE, M. M. Os sentidos do texto. São Paulo: Contexto, 2012.

CRISTÓVÃO, V. L. L. Modelos didáticos de gêneros: uma abordagem para o ensino de língua estrangeira: UEL, 2007.

DOLZ, J. PASQUIER, A .; BRONCKART, J-P. L’acquisition des discours: emergence d’une competence ou apprentissage de capacities langagières? ÈLA – Études de Linguistique Appliquée, n.92, p. 23-37, 1993.

_____; SCHNEUWLY, B. Pour un enseignement de l’oral: initiation au genres formels à l’école. Paris: ESF éditeur, 1998.

_____; NOVERRAZ, M.; SCHNEUWLY, B. Sequências didáticas para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento. In: DOLZ, J. Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado das Letras, 2004.

_____; SCHNEUWLY, B. Os gêneros escolares - das práticas de linguagem aos objetos de ensino. In: DOLZ, J. Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado das Letras, 2004.

DONDIS, D. A. A sintaxe da linguagem visual. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

GONDIM, A. A. L. Desenvolvimento das capacidades através das atividades dos livros didáticos de Português Língua Estrangeira. Dissertação (Mestrado em Linguística). Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012.

KLEIMAN, A. B. Os significados do letramento: uma nova perspectiva sobre a prática social da escrita. São Paulo; Campinas: Mercado de Letras, 1995.

LABELLA-SÁNCHEZ, N. As provas de língua estrangeira na UEL, da UEM e da UFPR: capacidades de linguagem e outros conhecimentos exigidos. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem). Universidade Estadual de londrina, Londrina, 2007.

______; Capacidades de Linguagem: um meio para avaliação da leitura em língua espanhola. In: CRISTOVÃO, V. L. (org.) Estudos da linguagem à luz do interacionismo sociodiscursivo. Londrina: UEL, 2008. p. 201-220.

LOVRETO, J. A. Origens das histórias em quadrinhos. In: Histórias em quadrinhos: um recurso de aprendizagem. Rio de Janeiro, Ano XXI, Boletim 01, 30 páginas, abril, 2011. p.10-14

RAMOS, P. A leitura dos quadrinhos. São Paulo: Contexto, 2009.

SARDELICH, M. E. Leitura de imagens, cultura visual e prática educativa. Cadernos de Pesquisa, v. 36, n. 128, p. 451-472, maio/ago. 2006.

STOKES, S. Visual literacy in teaching and learning: a literature perspective. Electronic Journal for the Integration of Technology in Education. Retrieved at Oct – 2001.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i14p187-206

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional