Em torno da poesia

Lourival Holanda

Resumo


Resumo: Pensar no fim da poesia parece estranho: a cada vez ela dá sinais – muitos vindo da tradição – de ressurgimento. Na verdade, poderíamos pensar que há uma relação interessante entre a poesia enquanto efeito verbal e as novas mídias. Basta ver o Facebook, o Twitter ou as revistas eletrônicas: felizmente, no acesso a vários modos de experimentação de linguagem, a poesia permanece. A sensibilidade contemporânea que emerge daí redimensiona a retórica antiga – agora numa techné especial – e bem pode ser a evidência de seu vigor.

Palavras-chave: poesia, tradição, ressurgimento, permanência, novos suportes.



Abstract: Thinking about the ending of poetry seems very strange: it always shows signs – often coming from tradition – of revival. We can actually think that there is a very interesting relation between poetry like some kind of verbal effect and the new media. It suffices to follow Facebook, Twitter or online magazines: fortunately poetry remains in the access of several moods of language experiences. The contemporary sensibility that emerges from this new media reinforms the ancient rhetoric in another special techné and that should be an evidence of its vigor.

Keywords: poetry , tradition, resurgence, permanence, new techniques.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Fábio. A transparência do tempo. Recife: Fundação de Cultura Cidade do Recife, 2009.

BARBOSA, Frederico. Cantar de amor entre os escombros. São Paulo: Landy, 2002.

FONTELA, Orides. Teia. São Paulo: Geração Editorial, 1996.

FREITAS, Lenilde. Cercanias. São Paulo: Editora João Scortecci, 1989.

_____. Tributos. São Paulo: Giordano, 1994.

GONZÁLEZ DE LEÓN, Ulalume. Material de Lectura. Seleção de Rubén Bonifaz Nuño. Ciudad de México: Coordinación de Difusión Cultural - Universidade Nacional Autónoma de México, 2012. Disponível em: http://www.materialdelectura.unam.mx/images/stories/pdf5/ulalume-gonzalez-131.pdf . Acesso em: 18 de maio 2012.

MELO, Alberto da Cunha. Meditação sobre os lajedos. Natal/Recife: EdUFRN, 2002.

MESQUITA, Orley. In: CAMPOS, Antonio; CORDEIRO, Cláudia. (orgs). Pernambuco, Terra da Poesia: um painel da poesia pernambucana dos séculos XVI ao XXI. Recife, PE, IMC - Instituto Maximiano Campos; São Paulo: Escrituras Editora, 2005.

MILÁN, Eduardo. Estação da fábula. São Paulo: Fundação Memorial da América Latina, 2002.

MONTEIRO, Ângelo. O Inquisidor. São Paulo: Quíron, 1975.

MUTIS, Álvaro. Summa de Maqroll El gaviero. Barcelona: Seix Barral, 1973.

NORÕES, Everardo. Retábulo de Jerônimo Bosch. Rio de Janeiro: 7Letras, 2008.

PAES, José Paulo. Um por todos. São Paulo, SP: Brasiliense, 1986.

PAIVA, José Rodrigues de. Memórias do Navegante. Recife: Dédalo, 2000.

PESSOA, Fernando. Livro do Desassossego. Seleção de Leyla Perrone-Moisés. São Paulo: Brasiliense, 1986.

PINSON, Jean-Claude. Habiter en poète; essai sur la poésie contemporaine. Seyssel sur le Rhône: Champ Vallon, 1995.

PINTO, Sérgio de Castro. Zoo imaginário. São Paulo: Escrituras, 2005.

REYES, Alfonso. La experiencia literaria. México: Fondo de Cultura Económica, 1962.

SOUTO, Bernardo. (2011). "Poesia". In: Eutomia. Ano 4, Vol. 1, jul 2011. Disponível em: http://www.revistaeutomia.com.br/volumes/Ano4-Volume1/poesias/POEMASBERNARDOSOUTO.pdf. Acesso em: 14 de maio 2012.

VALÉRY, Paul. “Situation de Baudelaire”. In: Oeuvres I, Paris: Gallimard, coll. Bibliothèque de La Pléiade , 1975.

VERUNSCHK, Micheliny. Cartografia da noite. São Paulo: Lumme, 2010.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i09p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional