Texto e enunciado concreto: chegadas e partidas

Adriana Pucci Penteado de Faria e Silva

Resumo


Resumo: Neste artigo, o objetivo é mostrar que o enunciado concreto proposto pela análise dialógica que emerge da obra de Bakhtin e seu Círculo não se confunde com o conceito de texto postulado pela Linguística Textual, embora o diálogo entre essas teorias seja produtivo, se levadas em consideração suas diferenças. As reflexões partem de um panorama da evolução do conceito de texto dentro da área que se convencionou chamar Linguística Textual; num segundo momento, mostro o embate entre essa evolução do conceito, que contemporaneamente quer abarcar postulados bakhtinianos, e a proposta metodológica para o estudo da língua que se depreende da obra dos pensadores russos.

Palavras-chave: texto, enunciado concreto, conceitos, embate.

 

Abstract: My aim in this article is to show that the concrete utterance as proposed by the dialogic analysis emerging from the work of Bakhtin and his Circle is not to be confused with the concept of text advanced by Textual Linguistics, although the dialogue between these two theories may be productive if their differences are taken into account. The reflections arise from an overview of the development of the concept of text within the area conventionally known as Textual Linguistics. In a second moment, I show [discuss] the conflict between this conceptual development, which tends to incorporate Bakhtinian postulates, and the methodological approach to the study of language articulated in the Russian thinkers' work.

Keywords: text, concrete utterance, concepts, conflict.

 

 

 

 

 


Texto completo:

PDF

Referências


ADAM, J. M. A linguística textual. Introdução à análise textual dos discursos. São Paulo: Cortez, 2008.

AMORIM, M. O pesquisador e seu outro: Bakhtin nas ciências humanas. São Paulo: Musa Editora, 2004.

BAKHTIN, M. O problema no texto na linguística, na filologia e em outras ciências humanas. In _ _ _ [1976/1979] Estética da criação verbal. 4ª ed.Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes: 2003.

BAKHTIN, M./MEDVEDEV, P. N. [1928] The formal method in literary scholarship. A critical introduction to sociological poetics.(Trad. Albert J. Wehrle). Baltimore/London: Johns Hopkins University Press, 1991.

BAKHTIN, M. (VOLOCHINOV). Marxismo e filosofia da linguagem. [1929]. Trad. Michel Lahud e Yara Frateschi11ª. Ed. São Paulo, Hucitec: 2004.

BEAUGRANDE, R; DRESSLER, W. [1981] Introduction to Text Linguistics. New York: Longman, 5th.imp. , 1990.

BENTES, A.C. Linguística Textual. In: MUSSALIM, F. BENTES, A.C. (orgs) Introdução à Linguística: domínios e fronteiras. São Paulo, Cortez, 2001. P. 245-87.

____; RAMOS, P.; ALVES FILHO, F. Enfrentando desafios no campo de estudos do texto. In. BENTES, A.C. e LEITE, M. Q. (orgs.) Linguística de texto e análise da conversação. Panorama das pesquisas no Brasil. São Paulo: Cortez, 2010.

____; REZENDE, R. C. Texto: conceitos, questões e fronteiras [con]textuais. In SIGNORINI, I. (org.). [Re]Discutir texto, gênero e discurso. São Paulo, Parábola Editorial, 2008.

____; Leite (orgs.) Linguística de texto e análise da conversação. Panorama das pesquisas no Brasil. São Paulo: Cortez, 2010.

BENVENISTE, E. [1962] Os níveis de análise linguística. In: _ _ _. Problemas de Linguística Geral I. (trad. Maria da Glória Novak e Maria Luiza Néri). 2. ed. Campinas: Pontes, 1995, p. 127-140.

____. [1970] O aparelho formal da enunciação. In: _ _ _. Problemas de Linguística Geral II. (trad. Eduardo Guimarães et al). Campinas: Pontes, 1989, p. 81-92.

BRAIT, B. Uma perspectiva dialógica de teoria, método e análise. Gragoatá, Niterói, n. 20, p. 47 a 62,1º semestre de 2006.

____ Polifonia arquitetada pela citação visual e verbo-visual. Bakhtiniana, São Paulo, v. 1, n.5, p. 183-196, 1º semestre 2011.

____ Apresentação. In MEDVEDEV, P. N. O método Formal nos estudos literários. Trad. direta do russo de Sheila Vieira de Camargo Grillo e Ekaterina Volkova Americo. São Paulo: Contexto, 2012.p. 11-18.

CÂMARA JR., J.M. [1975] História da Linguística. 6ª ed. São Paulo: Vozes, s/d.

CHAROLLES, M.[1978] Introdução aos problemas da coerência dos textos (abordagem teórica e estudo das práticas pedagógicas). In GALVES, C.; ORLANDI, E.P.; OTONI, P. (orgs) O texto:escrita e leitura. Campinas, SP: Pontes, 1988

FÁVERO, E.; KOCH, I. V. Linguística Textual: uma introdução. 9ª edição. Cortez: São Paulo, 2008.

KOCH, I. V. A coesão textual. São Paulo: Contexto, 1989.

____ Desvendando os segredos do texto. São Paulo: Cortez, 2002.

____ Introdução à Linguística Textual. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

____; BENTES, A.C.; CAVALCANTE, M.M. Intertextualidade: diálogos possíveis. São Paulo: Cortez, 2008.

________; ELIAS, V. Ler e escrever. Estratégias de produção textual. São Paulo: Contexto: 2010.

FÁVERO, E.; KOCH. I. Linguística Textual: introdução. São Paulo: Cortez, 2008.

MARCUSCHI, L.A. Linguística de texto: o que é e como se faz. Recife: UFPE, 1983.

____ Anáfora indireta. O barco textual e suas âncoras. In. Koch, Morato e Bentes. Referenciação e Discurso. São Paulo: Contexto: 2005.

____ Cognição, linguagem e práticas interacionais. Lucerna: Rio de Janeiro, 2007.

____ Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola, 2010.

SAUSSURE, F. (org. BALLY ; SECHEHAYE). Curso de linguística geral. Trad. Antônio Chelini, José Paulo Paes e Izidoro Blikstein. 20ª ed. São Paulo: Cultrix, 1997.

SILVA, A.P.P.F. A arquitetônica das plásticas sonoras de Smetak. Revista Intercâmbio. São Paulo: LAEL/PUC-SP, v. XX, p. 1-24, 2009.

____ Retratos dialógicos da clínica: um olhar discursivo sobre relatórios de atendimento psicopedagógico. (Doutorado em Linguística Aplicada). Programa em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo: LAEL-PUCSP, 2010, 197f.

____ 0,5 mm: a nova edição brasileira de Problemas da poética de Dostoiévski. Bakhtiniana, São Paulo, v. 1, n.6, p. 7-23, 2º semestre 2011.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i09p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional