(Re)Lendo Michel Pêcheux: como a análise do discurso de linha francesa apreende a materialidade discursiva?

Luiz André Neves de Brito

Resumo


Resumo: Neste trabalho, procuramos delimitar o modo como a análise do discurso de linha francesa apreende a materialidade discursiva. Para abordar essa questão, o presente artigo encontra-se dividido em três partes: (i) inicialmente, apontamos como a disciplina da análise do discurso inscreve-se no campo do saber que se constitui no interior de uma certa tradição francesa em refletir e explicar os textos; (ii) em seguida, (re)lendo o trabalho de Michel Pêcheux em três fases, fazemos uma síntese dos deslocamentos e questionamentos que cercaram o projeto teórico do autor; (iii) por fim, acentuamos as questões de base para a prática da análise do discurso que, por sua vez, marcam o modo como concebemos o termo “discurso”.

Palavras-chave: análise do discurso de linha francesa, Michel Pêcheux, discurso.



Abstract: The purpose of this paper is to explore how French Discourse Analysis captures discursive materiality. To address this issue, I then divide the paper into three parts: (i) primarily, I point out how the discipline of discourse analysis fits into the field of knowledge that is within a certain French tradition to reflect and explain texts; (ii) then, (re) reading the work of Michel Pêcheux in three phases, I summarize some displacements and questions surrounding the author's theoretical project; (iii) in conclusion I highlight some of the basic questions which are important for the practice of French Discourse Analysis; moreover, theses questions show the way I conceive “discourse”.

Keywords: French Discourse Analysis, Michel Pêcheux, discourse.


Texto completo:

PDF

Referências


COURTINE, J.-J. Análise do discurso político: o discurso comunista endereçado aos cristãos. São Carlos: EdUFSCar, 2009.

GADET, F. et al. Apresentação da conjuntura em linguística, em psicanálise e em informática aplicada ao estudo dos textos na França, em 1969. In: GADET, F.; HAK, T. Por uma análise automática do discurso. Uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas: Ed. UNICAMP, 2001, p. 39-60.

GREGOLIN, M. R. Linguagem e história: relações entre a linguística e a análise do discurso. In: BOSCO, J. B. C. (org.) Sujeito e subjetividade: discursividade contemporâneas. Uberlândia: EDUFU, 2009, p.43-72.

GUILHAUMOU, J. Considerações sobre a análise do discurso: um trajeto crítico em torno de Michel Pêcheux ao final dos anos 1970. In: BARONAS, R. L. & KOMESU, F. (orgs.) Homenagem a Michel Pêcheux. Campinas: Mercado de Letras, 2008, p. 55-78.

MAINGUENEAU, D. Novas tendências em análise do discurso. Trad. Freda Indursky. 3ªed. Campinas: Pontes, 1997.

______. Discurso literário. São Paulo: Contexto, 2006.

______. A análise do discurso e suas fronteiras. In: Matraga, v.14, n.20, jan./jun, 2007, p.13-37.

______. Michel Pêcheux: três figuras. In: BARONAS, R. L. & KOMESU, F. (orgs.) Homenagem a Michel Pêcheux. Campinas: Mercado de Letras, 2008, p. 79-98.

MALDIDIER, D. Elementos para uma história da análise do discurso. In: ORLANDI, E. P. (org.) Gestos de Leitura. 3ª ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2010, p. 9-22.

ORLANDI, E. P. Discurso e texto: formulação e circulação dos sentidos. 2ª ed. Campinas: Pontes, 2005

PÊCHEUX, M. Análise automática do discurso (AAD-69). In: GADET, F.; HAK, T. Por uma análise automática do discurso. Uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas: Ed. UNICAMP, 2001ª, p. 61-161.

______. Semântica e discurso. Trad. Eni Pulcinelli Orlandi [et al.]. 3ª ed. Campinas: Editora da Unicamp. 1997.

______. A análise de discurso: três épocas (1983). In: GADET, F.; HAK, T. Por uma análise automática do discurso. Uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas: Ed. UNICAMP, 2001b, p. 311-318.

______. Delimitações, inversões, deslocamentos. In: Caderno de Estudos Linguísticos. Campinas, nº19, 1990, p. 7-24.

______. Papel da Memória. Campinas: Pontes, 1999.

______. Estrutura ou acontecimento. 3ª ed. Trad. Eni Puccinelli Orlandi. Campinas: Pontes, 2002.

PÊCHEUX, M.; FUCHS, C. A propósito da análise automática do discurso: atualização e perspectivas (1975). In: GADET, F.; HAK, T. Por uma análise automática do discurso. Uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas: Ed. UNICAMP, 2001, p. 163-252.

PECHEUX, M.; HAROCHE, C.; HENRY, P. A semântica e o corte saussuriano : língua, linguagem, discurso. In: BARONAS, R. L. (org.) Análise do discurso: apontamentos para uma história da noção-conceito de formação discursiva. São Carlos: Pedro & João Editores, 2007, p. 13-32.

POSSENTI, S. Os limites do discurso. Curitiba: Criar edições, 2002.

______. Questões para analistas do discurso. São Paulo: Parábola, 2009.




DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i09p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional