Poemas

Ricardo Domeneck

Resumo


Ricardo DOMENECK nasceu em Bebedouro, município do estado de São Paulo, em 1977. Ainda não morreu. Lançou as coletâneas de poemas Carta aos anfíbios (Rio de Janeiro: Bem-Te-Vi, 2005), a cadela sem Logos (SP/RJ: Cosac Naify/7Letras, 2007), Sons: Arranjo: Garganta (SP/RJ: Cosac Naify/7Letras, 2009),  Cigarros na cama (Rio de Janeiro: Berinjela, 2011) e Ciclo do amante substituível (Rio de Janeiro: 7Letras, 2012). É coeditor das revistas Modo de Usar & Co. e Hilda Magazine. Fez leituras de seus poemas em cidades como Buenos Aires, Cidade do México, Bruxelas, Barcelona, Liubliana e Dubai, entre outras. Trabalha com vídeo e a fronteira textual entre o oral e o escrito, apresentando este trabalho em galerias e museus como o Museo Reina Sofía de Madri, o Espai d´Art Contemporani de Castelló-Valência, o deSingel International Arts Campus de Antuérpia e o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, entre outros. Traduziu para o português poemas de Hans Arp, Friederike Mayröcker, Frank O´Hara, Harryette Mullen, Rosmarie Waldrop, Ezequiel Zaidenwerg e Sandra Santana. Vive e trabalha desde 2002 em Berlim, na Alemanha. Seu último livro está sendo traduzido para o alemão, com lançamento previsto para Outubro de 2012.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19134/eutomia-v1i09p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

Qualis (CAPES): B1-LETRAS / LINGUÍSTICA; B1-EDUCAÇÃO; B1-FILOSOFIA/TEOLOGIA:subcomissão FILOSOFIA; B1-INTERDISCIPLINAR; B3-CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS; B3-HISTÓRIA; B3-PSICOLOGIA; B5-EDUCAÇÃO FÍSICA; B5-ODONTOLOGIA; B5-SERVIÇO SOCIAL; C-ARTES / MÚSICA

Diretórios:


Indexadores:

 

Directory of Open Access Journals


Associação de revistas acadêmicas latinoamericanas de humanidades e ciências sociais

Institucional