Editorial

Paulo Martin Souto Maior

Resumo


A Revista Clio Arqueológica, publicada interruptamente há 32 anos, incorporou várias temáticas ao seu conteúdo. Além de pré-história e arqueologia histórica, hoje se publicam trabalhos sobre restauração e preservação patrimonial e sobre arqueometria. Entretanto, para pesquisadores de outras áreas, como a física, a química, a biologia, por exemplo, uma vez que fornecem subsídios às pesquisas arqueológicas através de técnicas de análises inovadoras, criou-se na Revista o espaço Academicum Opus, no qual se entrevistam pesquisadores que trabalham em conjunto com os arqueólogos.
Essa postura, que tem possibilitado novas abordagens e aportado o benefício da prova e dos dados científicos, tão necessários às ciências humanas, denotada a missão interdisciplinar da Clio Arqueológica e do seu conteúdo científico. Tratase, portanto, de uma publicação na qual pesquisadores de distintas áreas do conhecimento divulgam textos inéditos e correlatos a temas arqueológicos com um único objetivo: entender nosso passado a partir de vestígios materiais.


Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-2331

© 1984-2020 CLIO Arqueológica 
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Programa de Pós-Graduação em Arqueologia
Centro de Filosofia e Ciências Humanas, 10º andar
Avenida da Arquitetura, S/N - Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil

 

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License

 

UFPE LOCKSS Open Access

 

Instituições de referência para a CLIO Arqueológica:

Capes ABEC Fumdham INAPAS LatinRev