BIOTURBAÇÃO POR ISOPTERA (ARTHROPODA, HEXAPODA) EM PAINÉIS COM REGISTROS RUPESTRES EM SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS INSERIDOS NOS ROTEIROS TURÍSTICOS DO PARQUE NACIONAL SERRA DA CAPIVARA, PIAUÍ

Eliete de Sousa Silva, Rute Maria Gonçalves-de-Andrade

Resumo


O Parque Nacional Serra da Capivara, localizado no sudeste do Piauí, tem cerca de 1.300 sítios arqueológicos catalogados, grande parte destes (mais de 900) com pinturas rupestres. Esse acervo natural de registro do homem pré-histórico na América vem sofrendo ação degradadora de diversos fatores, entre os quais a presença das térmitas. Face à importância de ações de proteção e preservação da arte rupestre nessa Unidade de Conservação, propôs-se um estudo que visou identificar a presença dos cupins nos sítios arqueológicos com pinturas rupestres. A análise foi realizada nos sítios que apresentam cupins ou seus vestígios e que fazem parte do roteiro turístico do Parque. Dos 143 sítios arqueológicos inspecionados (43 na Serra Branca, 11 na Serra Vermelha, 19 na Serra da Capivara e 70 na Serra Talhada), 19 apresentaram cupins, sendo 12 na Serra Branca e 6 na Serra Talhada.


ABSTRACT

In the Serra da Capivara National Park in the state of Piauí, there are over 1,300 registered archaeological sites with close to 900 rock paintings. This natural art collection is being degraded by several factors such as the presence of termites. In light of the importance of protecting and preserving rock art in the park, a study to determine the presence of termites in sites with rock paintings and to examine their impact on them was proposed. The study was carried out in sites that are part of the official tourist route of the park. Of the 143 sites inspected, termites were found in 19 (12 in Serra Branca and 7 in Serra Talhada). In the Serra Vermelha and da Capivara sites, none was found. In 19, termite tunnels were found on or ten centimeters from the rock art.

Keywords:Serra da Capivara National Park, Isoptera, rock art, termites

Palavras-chave


Parque Nacional Serra da Capivara; Isoptera; Arte rupestre; Cupins.

Texto completo:

PDF

Referências


CONSTANTINO, R. 1999. Chave ilustrada para identificação dos gêneros de cupins (Insecta: Isoptera) que ocorrem no Brasil. Papéis Avulsos de Zoologia. 40(25):387–448.

CONSTANTINO, R. 2002. The pest termites of south America: taxonomy, distribution and status. Journal of Applied Entomology, 126:335-365.

FERREIRA, E. V. O.; MARTINS, V.; JUNIOR, A. V. I.; GIASSON, E.; NASCIMENTO, P. C. 2011. Ação das térmitas no solo. Ciência rural. 41(5):804–811.

FONTES, L. R. 1995a. New genera and new species of Nasutitermitinae from the Neotropical region (Isoptera, Termitidae). Revista Brasileira de Zoologia.3(1):7–25.

FONTES, L. R. 1995b. Termites (Isoptera) que causam infestación en Brasil. In: BERTI FILHO, E. (Ed.) & FONTES, L. R. (Ed.). Alguns Aspectos Atuais da Biologia e Controle de Cupins. Piracicaba: FEALQ. 163–164.

FREYMANN, B. P.; VISSER, S. N.; OLFF, H. 2010. Spatial and temporal hotspots of termite-driven decomposition in the Seregenti. Ecography, 33:443–450.

GUIDON, N. 2007. Parque Nacional Serra da Capivara: sítios rupestres e problemática. FUMDHAMENTOS. V. 77–108.

GUIDON, N.; PESSIS, A.M. 1988. O Homem no sudeste do Piauí: da Pré-História aos dias atuais. A integração Homem Meio. Carta Cepro, 13 (1):125–143.

LAGE, M. C. S. M.; BORGES J. F.; ROCHA-JÚNIOR, S. 2005. Sítios de Registros Rupestres: Monitoramento e Conservação. Mneme, Dossiê Arqueologias Brasileiras. 6(13):1–24.

LAVELLE, P.; DECAENS, T.; AUBERT, M.; BAROT, S.; BLOUIN, M.; BUREAU, F.; MARGERIE, P.; MORA, P.; ROSSI, J. P. 2006. Soil invertebrates and ecosystem services. European Journal of Soil Biology. 42:3–15.

LIMA, J. T.; COSTA-LEONARDO, A. M. 2007. Recursos alimentares explorados pelos cupins (Insecta: Isoptera). Biota Neotropica, 7(2):243–250.

MEDEIROS, M. B. 2004. Metabolismo da celulose em Isoptera. Revista de Biotecnologia Ciência & Desenvolvimento. 33:76–81.

OLMOS, F.; SOUZA, M. F. B. Fauna. In: PESSIS, A. M. 1998. Plano de Manejo Parque Nacional Serra da Capivara.

OLMOS, F.; BARBOSA, M. F. R.; GONÇALVES-DE-ANDRADE, R. M. Biodiversidade do Holoceno: a fauna. In PESSIS, A. M.; MARTINS, G.; GUIDON, N. (Organizadores) 2014. Os Biomas e as sociedades humanas na pré-história da região do Parque Nacional Serra da Capivara, Brasil. Volume II A, p. 206–236. São Paulo. FUMDHAM.

PESSIS, A. M. 2003. Imagens da pré-história. Parque Nacional da Serra da Capivara. São Paulo. FUMDHAM.

RIBEIRO, M.A.; BARBOSA, M. F. R; GONÇALVES-DE-ANDRADE, R. M. 2010. Bioturbação em sítios arqueológicos com pinturas rupestres no Parque Nacional Serra da Capivara, PI: o caso da vespa “maria pobre” (Hymenoptera, Sphecidae). I Encontro da SAB Regional Nordeste. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE, 24 a 26 de novembro




DOI: https://doi.org/10.20891/clio.v31i2p81-101

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-2331

© 1984-2020 CLIO Arqueológica 
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Programa de Pós-Graduação em Arqueologia
Centro de Filosofia e Ciências Humanas, 10º andar
Avenida da Arquitetura, S/N - Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil

 

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License

 

UFPE LOCKSS Open Access

 

Instituições de referência para a CLIO Arqueológica:

Capes ABEC Fumdham INAPAS LatinRev