DISCUTINDO AS POSSIBILIDADES INTERPRETATIVAS DOS ESTUDOS PALEOCLIMÁTICOS: O Caso da Lagoa do Puiu, PE

Bruno de Azevedo Cavalcanti Tavares, Diogo Cavalcanti Galvão

Resumo


Usando como estudo de caso a Lagoa do Puiu em Ibimirim-PE, o presente trabalho compreende uma discussão sobre as possibilidades interpretativas dos resultados obtidos em pesquisas no semiárido do Nordeste do Brasil. Entre as variações climáticas durante a transição Pleistoceno/Holoceno e durante todo o Holoceno, foi identificado um episódio de máxima umidade no Holoceno Inferior. Embora a área de estudo se encontre atualmente em um ambiente semiárido e, portanto, com um déficit hídrico anual, a área da lagoa apresentou um nível da sua lâmina d’água cerca de 5 metros acima do nível atual. No entanto, buscando analisar esses resultados por meio das abordagens de conectividade, sensibilidade da paisagem e hidrogeomorfologia, foi possível interpretar os ajustes de deposição de forma distinta. De acordo com essa tentativa, os depósitos com estratificação plano-paralela foram interpretados como resultantes de uma obliteração de curto prazo em um meandro de um canal afluente da lagoa, uma vez que este sofreu agradação por sedimentos derivados das colinas adjacentes.

 

DISCUSSING THE INTERPRETATIVE POSSIBILITIES OF THE PALEOCLIMATIC STUDIES: The Case of Puiu Lake, PE


ABSTRACT


Using as case study the Puiu Lake at Ibimirim-PE, the present work comprehends a discussion of interpretative possibilities of the obtained results in researches at the semiarid in northeastern Brazil. Among climatic variations during the Pleistocene/Holocene transition and during the entire Holocene, was identified an humid maximum episode in the Lower Holocene. Although the study area lies currently within a semiarid environment and therefore with an annual hydric deficit, the lake area experienced past water stands as high as 5 meters above the current level. However, seeking to analyze those results by means of the connectivity, landscape sensitivity and hydrogeomorphology approaches, it was possible to interpret the deposition settings in a distinct manner. According to this attempt, deposits with plane parallel stratification were interpreted as resulting from a short term obliteration of a meander from a lake tributary channel, as it suffered aggradation by sediments derived from the adjacent hillslopes.

Key-words: Palaeoenvironmental interpretation; Puiu Lake; Lacustrine deposits.



Palavras-chave


Interpretação Paleoambiental; Lagoa do Puiu; Depósitos lacustres

Texto completo:

PDF

Referências


AITKEN, M. J. An introduction to Optical Dating: the dating of Quaternary sediments by the use of photon-stimulated luminescence. Oxford: Oxford University Press, 1998.

CAMARGO FILHO, M. & BIGARELLA, J. J. Correlação de parâmetros estatísticos de sedimentos de vertentes, rampas de colúvio-alúvio e terraço de várzea de bacia do Bananais – Guarapuava – PR. Geosul, v. 14, p. 438 – 442, 1998.

CORRÊA, A. C. B. Dinâmica geomorfológica dos compartimentos elevados do Planalto da Borborema, Nordeste do Brasil. Rio Claro. Tese de Doutorado – IGCE, Universidade Estadual de São Paulo, 2001.

CPRM, Geologia e Recursos Minerais do Estado de Pernambuco. Recife, 2001.

GALVÃO, D.C. Reconstrução paleoambiental a partir dos colúvios do entorno da lagoa do puiu, município de ibimirim – Pernambuco. Recife. Dissertação de Mestrado – PPGEO, Universidade Federal de Pernambuco, 2012.

HARVEY, A. M. Effective timescales of coupling within fluvial systems. Geomorphology, v 44, p. 175-201, 2002.

LIRA, D. R. Evolução geomorfológica e paleoambiental das Bacias do Riacho do Pontal e GI-8 no Sub-Médio São Francisco. Tese de Doutorado. Universidade Federal de Pernambuco. 234p, 2014

MABESOONE, J. M. Sedimentologia. Recife: Editora Universitária, 1982. MISSURA, R. Bacia do Riacho Pioré-PE, Análise morfotectônica e morfoestratigráfica. Tese de Doutorado, Departamento de Ciências Geográficas, Universidade Federal de Pernambuco, 2013

MUTZENBERG, D. S. Gênese e ocupação pré-histórica do Sítio Arqueológico Pedra do Alexandre: uma abordagem a partir da caracterização paleoambiental do Vale do Rio Carnaúba – RN. Dissertação (Mestrado em Arqueologia) Universidade Federal de Pernambuco, 2007.

MUTZENBERG, D. S.; CORRÊA, A. C. B.; CISNEIROS, D.; VIDAL, I.A.; FELICE, G. D.; SILVA, D. G.; KHOURY, H.; LIBONATI, R. Sítio arqueológico Lagoa Uri de Cima: cronoestratigrafia de eventos paleoambientais no semiárido nordestino. Fumdhamentos, p, 51-68. 2013.

SILVA, D.G. Evolução Paleoambiental dos depósitos de tanques em Fazenda Nova, Município de Brejo da Madre de Deus - Pernambuco. Dissertação de Mestrado em Geografia - Universidade Federal de Pernambuco, 2007.

SOUZA, J. O. P. Sistema fluvial e açudagem no semiárido, relação, relação entre a conectividade da paisagem e dinâmica da precipitação, na bacia de drenagem do Riacho do Salgado, Serra Talhada, Pernambuco. Dissertação de Mestrado em Geografia – Universidade Federal de Pernambuco, 2011.

SUGUIO, K. Geologia Sedimentar, Edgard Blucher. São Paulo, 2010, 400p.

TAVARES, B. A .C Evolução Morfotectônica dos Pedimentos Embutidos no Planalto da Borborema. Tese de Doutorado. Universidade Federal de Pernambuco, 251p, 2015.

TUCKER, M. Techniques in Sedimentology. London: Blackwell, 1995.

WAGNER, G. A. Age Determination of Young Rocks and Artifacts: physical and chemical clocks in Quaternary geology and archaeology. Springer, New York: Springer, 1998.




DOI: https://doi.org/10.20891/clio.V31N3p48-73

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-2331

© 1984-2020 CLIO Arqueológica 
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Programa de Pós-Graduação em Arqueologia
Centro de Filosofia e Ciências Humanas, 10º andar
Avenida da Arquitetura, S/N - Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil

 

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License

 

UFPE LOCKSS Open Access

 

Instituições de referência para a CLIO Arqueológica:

Capes ABEC Fumdham INAPAS LatinRev