ESCAVAÇOES ARQUEOLÓGICAS NO ABRIGO FUNERÁRIO PEDRA DO CACHORRO, BUÍQUE – PE

Ana Solari, Anderson Alves-Pereira, Carolina Sá Espinola, Gabriela Martin, Ilca Pacheco da Costa, Sérgio Francisco Serafim Monteiro da Silva

Resumo


No presente relatório apresentamos a descrição das atividades de pesquisa arqueológica e os resultados preliminares da primeira campanha realizada no sítio Pedra do Cachorro, Buíque, em Pernambuco. Foram escavadas duas deposições funerárias, a de um indivíduo adulto masculino, de tipo secundário, com sinais de manipulações intencionais, datado em 640 ± 30 AP e outro, de uma criança de 3 anos, de tipo primário, datado em 2.100 ± 30 AP. Essas ocorrências denotam o potencial do sítio como cemitério pré-histórico da região.

 

ABSTRACT

In this report we present the description of the archaeological research activities and preliminary results of the first excavation campaign in site Pedra do Cachorro, Buíque, Pernambuco. They were excavated two funerary depositions, that of a male adult individual, of secondary type, with signs of intentional manipulation, dated at 640 ± 30 BP, and another, a child’s skeleton of three years-old, primary, dated at 2,100 ± 30 BP. These occurrences denote the potential of the site as prehistoric cemetery in the area.

Key-Words: Archaeological excavations; Human burials; Pedra do Cachorro.




Palavras-chave


Escavações arqueológica; Sepultamentos humanos; Pedra do Cachorro.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, M; LUCENA, V. 1991. Caçadores-coletores no agreste pernambucano: ocupação e ambiente holocênico. CLIO - Série Arqueológica, Revista do Curso de Mestrado em História da UFPE, Recife, n. 4, p. 73-74.

BINFORD, L.R. 1981. Bones: Ancient Men and Modern Myths. Academic Press, New York.

BOTELLA, M.C., ALEMÁN, I., JIMENEZ, J.A. 1999. Los huesos humanos. Manipulación y alteraciones. Bellaterra. Barcelona.

BUIKSTRA, J.E; UBELAKER, D.H. 1994. “Standards for data collection from human skeletal remains”, Archaeological Survey Research Series nº 44, Arkansas

CASTRO, V. M. C. 2009. Marcadores de identidades coletivas no contexto funerário pré-histórico no Nordeste do Brasil. Tese (Doutorado) - Curso de Arqueologia, Departamento de Arqueologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife.

CISNEIROS, D. 2003. Práticas Funerárias na pré-história do Nordeste do Brasil. Dissertação (Mestrado) - Curso de Arqueologia, Departamento de Arqueologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife.

DUDAY, H; COURTAUD, P; CRUBEZY, E; SELLIER, P; TILLIER, A.M. 1990. L'Anthropologie «de terrain»: Reconnaissance et interprétation des gestes funéraires. Bulletins et Mémoires de la Société d'anthropologie de Paris, 2 (3-4): 29-49.

GENOVÉS, S. 1967. “Proportionality of the long bones and their relation to stature among Mesoamericans”, American Journal of Physical Anthropology, 26: 67–77.

GILL, G.W. 1998. "Craniofacial Criteria in the Skeletal Attribution of Race”, Forensic Osteology: Advances in the Identification of Human Remains. Reichs, Kathleenl (ed.), pp.293- 315.

LOTH, S.R.; ISCAN, M.Y. 1989. “Morphological assessment of age in the adult: the thoracic region”. ISCAN, M.Y.(Ed). Age Markers in the Human Skeleton. Charles C. Thomas Publisher, Illinois, p. 105-135.

MARTIN, G. 2005. As Pinturas Rupestres do Sítio Alcobaça, Buíque-PE, no Contexto da Tradição Agreste. Revista CLIO, Serie Arqueológica Nº 18. UFPE. Recife.

MARTIN, G. 2008. Pré-história do Nordeste do Brasil. Recife: Ed. Universitária da UFPE.

MASSET, C. 1989. “Age Estimation on the Basis on Cranial Sutures”. ISCAN, M.Y.(Ed). Age Markers in the Human Skeleton. Charles C. Thomas Publisher, Illinois, p. 71-103.

MAYS, S. 2010. The Archaeology of Human Bones. 2. ed. Routledge: London, 2010.

NASCIMENTO, A; ALVES, C; LUNA, S. 1995- 1996. O Sítio Arqueológico Alcobaça, Buíque - Pernambuco: Primeiros Resultados. Revista CLIO, Serie Arqueológica Nº 11, Vol. 1. UFPE. Recife.

OLIVEIRA, A.L. 2006. O Sítio Arqueológico Alcobaça: Sítio Referência no Vale do Catimbau - Buíque - PE. Revista CLIO, Serie Arqueológica Nº 21, Vol. 2. UFPE. Recife.

SCHUTKOWSKI, H. 1993. Sex Determination of Infant and Juvenile Skeletons: I Morphognostic Features. American Journal of Physical Anthropology. 90:199-205.

SILVA, D.C. 2004. Práticas funerárias na pré-história do Nordeste do Brasil. 2004. 136 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife.

SILVA, S. F. S. M. 2005-2006. “Terminologias e classificações usadas para descrever sepultamentos humanos: exemplos e sugestões”. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia. São Paulo: Universidade de São Paulo. N° 15-16: 113-138.

SOLARI, A; SILVA, S; MELLO, S. 2015. Estudo de caso sobre indicadores bioarqueológicos de práticas mortuárias complexas em esqueleto humano coletado no abrigo Pedra do Cachorro, Buíque, PE. Revista Clio Arqueológica, Vol. 30, N° 1, pp. 92 – 119.

SUTTER, R. C. 2003. Nonmetric Subadult Skeletal Sexing Traits: I. A Blind Test of the Accuracy of Eight Previously Proposed Methods Using Prehistoric KnownSex Mummies from Northern Chile. Journal of Forensic Sciences. 48: 927-935.

UBELAKER, D. 1978. Human Skeletal Remains. Excavation, Analysis, Interpretation. Taraxacum. Washington.

WHITE, TD. 1992. Prehistoric cannibalism at Mancos 5MTUMR-2346. Princeton University Press: Princeton, NJ.




DOI: https://doi.org/10.20891/clio.v31i1p105-135

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-2331

© 1984-2020 CLIO Arqueológica 
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Programa de Pós-Graduação em Arqueologia
Centro de Filosofia e Ciências Humanas, 10º andar
Avenida da Arquitetura, S/N - Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil

 

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License

 

UFPE LOCKSS Open Access

 

Instituições de referência para a CLIO Arqueológica:

Capes ABEC Fumdham INAPAS LatinRev