A CANOA MONÓXILA PRÉ-HISTÓRICA DA LAGOA DE EXTREMOZ, RN, BRASIL

Carlos Rios, Henry Lavalle, Marcelo Lins, Valdeci Santos Junior

Resumo


Canoa monóxila é o nome dado às embarcações primitivas ou remanescentes confeccionadas com um único tronco de árvore. Elas são encontradas em quase todos os continentes. Dos anos 1990 em diante, quatro canoas monóxilas foram encontradas na Lagoa de Extremoz, RN, Brasil. O Departamento de Arqueologia da UFPE efetuou o levantamento planimétrico e imagético delas e as submeteu à datação pela técnica do Carbono 14. O resultado das análises apontou que uma das canoas é do período Pré-histórico (700 ± 30 BP). O presente trabalho classifica, morfologicamente, essa canoa segundo a tipologia de Arnold, descreve detalhes construtivos navais e suas relações com o ambiente aquático, bem como se reveste de importância como possível referencial cronológico para a mais antiga canoa indígena pré-histórica de águas abrigadas do Brasil.

 

ABSTRACT

Dugout canoe is the name given to primitive or remaining canoes made from a single tree trunk. They are found in almost every continent. 1990`s onwards four canoes were found in Extremoz Lagoon, RN, Brazil. The Department of Archaeology at the UFPE made the planimetric and imagetic studding them and underwent dating by the technique of C-14. The results of the analysis showed that one of the canoes is the prehistoric period (700 ± 30 BP). This paper classifies morphologically this artifact according to Arnold typology, describes naval construction details and their relationships with the aquatic environment and its importance as a possible chronological reference as the oldest prehistoric Indian canoe in sheltered waters in Brazil.

Keywords: Dugout canoe; dating; Extremoz - RN.



Palavras-chave


Canoa monóxila; datação; Extremoz, RN

Texto completo:

PDF

Referências


AMADO, J. 2001. Brasil 1500: quarenta documentos. Brasília: Ed. Universidade de Brasília, São Paulo: Imp. Oficial do Estado de São Paulo.

Archivo General de Simancas. Carta do navegador genovês Cristóvão Colombo ao ministro finanças de Espanha, Luis de Santangel, 15 de fevereiro de 1493 Signatura: V/-00000-05. Nº de registro: 3156. Disponível em: http://www.mcu.es/ccbae/es/ acessado em: 19.05.2008.

ARNOLD. B. 1995. Pirogues monoxyles d'Europe centrale: construction, typologie, évolution. Tomo 1. Neuchâtel: Musée Cantonal d’archéologie, (Archéologie neuchâteloise 20).

BROGGIATO, H. s.d. Achada canoa da época do descobrimento. In História Viva. Disponível em: www2.uol.com.br. Acessado em: 20.12.2014.

CÂMARA, A. A. 1937. Ensaio Sobre as Construções Navais Indígenas do Brasil. São Paulo: Companhia Editora Nacional.

CASCUDO, L. C. 1984. História do Rio Grande do Norte. 2 edição. Rio de Janeiro: Achiamé, Natal: Fundação José Augusto.

CHERQUES, S. 1999. Dicionário do mar. São Paulo: Globo.

COSTA, F. A. P. 1976. Vocabulário pernambucano. Recife: SEC, Departamento de Cultura.

HARTMANN, M. J. 1996. The Development of Watercraft in the Prehistoric Southeastern United States. College Station: o autor.

LOPES, F. M. 2005. Em nome da Liberdade: as vilas de índios do Rio Grande do Norte sob o diretório pombalino no século XVIII. Tese (Doutorado em História). Recife: UFPE.

MARIZ, M. S. (org.). 1995. Repertório de documentos para a História indígena existentes no Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte. Fundação Vingt-Un Rosado, Coleção Mossoroense, série C, v. 871.

MELLO, E. C. 1978. Canoas do Recife: em estudo de micro-história urbana. In Revista do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano, v. L, Recife: Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico de Pernambuco.

NOBRE, M. F. 1971. Breve notícia sobre a província do Rio Grande do Norte. Rio de Janeiro: Editora Pongetti.

JERÔNIMO, C. E. M; SOUZA, F. R. S. 2013. Determinação do índice de qualidade da água da lagoa de Extremoz − RN: série temporal e correlação a índices pluviométricos. In Revista. Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v.10, nº 10, janeiro-abril.

RAMBELLI; G.; TOMAZELLO. M.; CAMARGO, P. B. 2000. A embarcação monóxila indígena de Bragança Paulista: uma análise arqueológica interdisciplinar. In Revista FESB (Fundação Municipal de Ensino Superior de Bragança Paulista), v. 1, nº1, novembro.




DOI: https://doi.org/10.20891/clio.v30i1p78-91

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-2331

© 1984-2020 CLIO Arqueológica 
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Programa de Pós-Graduação em Arqueologia
Centro de Filosofia e Ciências Humanas, 10º andar
Avenida da Arquitetura, S/N - Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil

 

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License

 

UFPE LOCKSS Open Access

 

Instituições de referência para a CLIO Arqueológica:

Capes ABEC Fumdham INAPAS LatinRev