DESVENDANDO O NAUFRÁGIO DO VAPOR BAHIA, PE, BRASIL (1887): O OLHAR DA ARQUEOLOGIA SUBAQUÁTICA

Marina Souza Barbosa, Carlos Rios

Resumo


O trabalho trata do naufrágio do vapor Bahia, pertencente à Companhia de Navegação Brasileira por Vapor, localizada no município de Goiana - PE, no mar adjacente à praia de Ponta de Pedras, a cerca de 6 milhas da costa, em uma profundidade de 25 m. O vapor Bahia foi a pique após abalroar-se com o vapor Pirapama, pertencente à Companhia Pernambucana de Navegação por Vapor. Na época do acidente, não foi possível averiguar quem foi o responsável, visto que apenas as avarias do vapor Pirapama foram examinadas, porque a Marinha do Brasil não possuía em seus quadros técnicos mergulhadores que inspecionassem o vapor naufragado, permanecendo a incógnita até os dias atuais.

 

ABSTRACT

The paper deals with the Bahia steam wreck, belonging to Brazilian Navigation Company for Steam, located in the municipality of Goiana - PE, in the adjacent sea to the beach of Ponta de Pedras, about 6 miles from the coast, at a depth of 25 m. The Bahia steam went down after ramming it with the Pirapama steam belonging to Pernambuco Navigation Company for Steam. At the time of the accident was not possible to ascertain who was responsible, since only steam breakdowns Pirapama were examined, due to the Brazilian Navy did not have in their technical staff divers inspect the wrecked steam, remaining the unknown to the present day.

Keywords: Underwater Archaeology; Bahia steam; Pirapama steam;



Palavras-chave


Arqueologia Subaquática; vapor Bahia; vapor Pirapama; Naufrágio

Texto completo:

PDF

Referências


BURKE, P. 1992. A escrita da história – Novas perspectivas. São Paulo: UNESP.

CHERQUES, S. 1999. Dicionário do mar. São Paulo: Globo.

COSTA. D. M. 2010. Arqueologias históricas: Um panorama especial e temporal. Revista Latino-Americana de Arqueologia histórica. vol. 4 (2).

DEAN, M.; FERRARI, B.; OXLEY, I.; REDKNAP, M.; WATSON, K. 2000. Archaeology underwater. Dorchester: Henry Ling. Decreto n° 8.943.

KEMP, J. F. 2007. The Colregs and the Princess Alice. UK: Transnav. Disponível em http://transnav2007.am.gdynia.pl/proceedings/pdfs/23.pdf. Acessado em março de 2013.

ORSER Jr, C. E. 2000. Introducción a la arqueologia histórica. Buenos Aires: Asociación Amigos del Instituto Nacional de Antropología.

RIOS, C. 2010. Arqueologia Subaquática: identificação das causas de naufrágios nos séculos XIX e XX na costa de Pernambuco. Tese (Doutorado em Arqueologia). Recife: Universidade Federal de Pernambuco.

SENATORE, M. X.; ZARANKIN, A. 1996. Perspectivas metodológicas em Arqueologia. Histórica: reflexiones sobre la utilizacion de la evidencia documental. In Paginas sobre Hispanoamerica Colonial 3. Buenos Aires: PRHISCO.

JORNAL. Diario de Pernambuco. Boletim Meteorológico. Recife: v.jan/mar, folha 01, 25/03/1887.

JORNAL. Jornal do Recife. Horrorosa Catastrophe. Recife: v mar, folha 01, 27/03/1887.

JORNAL. O Paiz. Naufrágio do Bahia. Rio de Janeiro: v. mar/abr, folha 01, 27/03/1887.




DOI: https://doi.org/10.20891/clio.v30i1p143-153

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-2331

© 1984-2020 CLIO Arqueológica 
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Programa de Pós-Graduação em Arqueologia
Centro de Filosofia e Ciências Humanas, 10º andar
Avenida da Arquitetura, S/N - Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil

 

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License

 

UFPE LOCKSS Open Access

 

Instituições de referência para a CLIO Arqueológica:

Capes ABEC Fumdham INAPAS LatinRev