ANÁLISE PRÉVIA DA ARQUEOFAUNA DO SÍTIO SAMBAQUI DA RUA 13, BOMBINHAS, SANTA CATARINA, BRASIL

Cláudio Ricken, Diego Dias Pavei, Jairo José Zocche, Juliano Bitencourt Campos, Marcos Cesar Pereira Santos

Resumo


Este trabalho teve por objetivo analisar os componentes faunísticos da quadrícula A3, nível 100–110 cm do sítio arqueológico Sambaqui da Rua 13, localizado na praia de Bombas, município de Bombinhas, litoral norte de Santa Catarina, sul do Brasil. São apresentados e discutidos dados taxonômicos e quantitativos relacionados aos remanescentes ósseos recuperados na escavação do sítio, com o intuito de fornecer subsídios para a compreensão do modo de vida, exploração dos recursos e composição faunística da região. Os resultados evidenciam a predominância de vestígios ósseos de peixes, seguidos por mamíferos e aves, o que sugere um padrão de dieta direcionada à exploração de recursos marinhos. O grande número de vestígios fragmentados representou uma dificuldade adicional na acurácia das análises, ao mesmo tempo que deixa clara a existência de uma lacuna ainda pouco explorada em relação aos vestígios ósseos com alto grau de fragmentação, seus padrões de quebra e se estes foram intencionais ou não.

 

ABSTRACT

The present study is aimed at analyzing the faunistic components of A3 grid, level 100-110 cm from the Archaeological Site Sambaqui da Rua 13, situated in the coastal municipality of Bombinhas (27o08’54” S and 48o30’40” W), north of Santa Catarina state, in the southern of Brazil. We presented and discuss taxonomic and quantitative data related to skeletal remains recovered in the excavation in order to support the understanding of the life style, the sources of exploitation and, the regional faunal composition. The predominance of fish bones followed by mammals and by bird bones was additionally perceived, what suggests a pattern of diet based on marine resources. The presence of a great number of bone fragments represent an additional dificult to the accuracy of the analysis, at the same time that it makes clear that there is a gap still not analyzed in relation to the remaining of bones with elevated fragmentation degree, its patterns of breakage and if, it was intentional or not.

Keywords: Zooarchaeology, Prehistoric settlements, Shellmound diet






Palavras-chave


Zooarqueologia; Assentamentos pré-históricos; Dieta sambaquiana

Texto completo:

PDF

Referências


ABILHÔA, V.; CORRÊA, M. F. Catálogo de otólitos de Carangidae (OsteichthyesPerciformes) do litoral do estado do Paraná, Brasil. Nerítica, v. 7, p. 119–131, 1993.

ABILHOA, V.; CORRÊA, M. F. M. Catálogo de otólitos dos Carangídeos (Osteichthyes - Perciformes) do litoral do Estado do Paraná. Nerítica v. 7, n.1–2, p. 119–131, 1992.

ADAMS, B. J.; CRABTREE, P. J. Comparative skeletal anatomy: a photographic atlas for medical examiners, coroners, forensic anthropologists, and archaeologists. Totowa: Humana Press. 348 p. 2008.

AUED, A. W.; BATISTA, A. A.; QUIMBAYO, J. P.; MORAIS, R. A. Peixes Recifais. In: PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO BELO. Projeto Parques e Fauna: Plano de122 Manejo da Área de Proteção Ambiental Municipal da Ponta do Araçá. Porto Belo, 2011. pp. 87:110.

BALDÁS, M. I.; MACRI, G. P.; VOLPEDO, A. V.; ECHEVERRÍA, D. D. Morfología de la Sagitta de peces marinos de la costa bonaerense de la Argentina I: Carangidae, Sciaenidae, Mullidae. Atlântica, Río Grande, v. 19, p. 99–112. 1997.

BIGARELLA, J. J. Nota prévia sobre a composição dos sambaquis do Paraná e Santa Catarina. Arquivos de Biologia e Tecnologia. Curitiba: Instituto de Biologia e Pesquisas Tecnológicas, v. 4, p. 95–106. 1949.

BISBAL, G. A.; GÓMEZ, S. E. Morfologia comparada de la espina pectoral de algunos siluriformes Bonaerenses (Argentina). Physis, v. 44, n. 107, p. 81, 1986.

CABRERA, A. & WILLINK, A. 1973. Biogeogra)a de America Latina. Washington D.C., Programa regional de desarollo científico e tecnológico da Secretaria Geral de la Organización de lós Estados Americanos. 120 p. (Monogra)a nº 13).

CARDOSO, D. M. Interação entre população pré-histórica sambaquiana e elasmobrânquios em um sítio arqueológico em Bombinhas, SC. 2011. 59 f. Monogra)a (Graduação) - Unesc, Criciúma, 2011.

COLONESE, ANDRÉ CARLO; COLLINS, M.; LUCQUIN, A.; EUSTACE, M.; HANCOCK, Y.; PONZONI, R.; DEBLASIS, P.; FIGUTI, L.; WESOLOWSKI, V.; PLENS, C.; EGGERS, S.; FARIAS, D.; GLEDHILL, A.; CRAIG, O. Long-term resilience of middle-late Holocene eastern South American coastal subsistence systems. Plos One, 2014.

CORRÊA, M. F. M.; VIANNA, M. S. Catálogo de otólitos de Sciaenidae (OsteichthyesPerciformes) do litoral do estado do Paraná, Brasil. Nerítica, v. 7, n. 1–2, p. 13–41, 1992.

DEBLASIS, Paulo. Sambaquis e paisagem: dinâmica natural e Arqueologia regional no litoral do sul do Brasil. Arqueología Suramericana, v. 3, p. 28–61, 2007.

DEBLASIS, Paulo; GASPAR, Maria Dulce. Sambaquis do sul catarinense: retrospectiva e perspectivas de dez anos de pesquisas. Especiaria (UESC), v. 11/12, p. 20–30, 2009.123

FANTACINI, F. M.; SANTOS, J. F.; MARCON, C. B.; FERREIRA, R. P.; OSWALD, C. B.; SILVA, L. Z; GRAIPEL, M. A. Mamíferos. In: PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO BELO. Projeto Parques e Fauna: Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental Municipal da Ponta do Araçá. Porto Belo, 2011. pp. 169:193.

FIGUTI, L. Economia/Alimentação na Pré-História do litoral de São Paulo. In: Maria Cristina Tenório. (Org.). Pré-História da Terra Brasilis. 1 ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1999, v. , p. 197–204.

FIGUTI, L.; KLÖKLER, Daniela Magalhães. Resultados preliminares dos vestígios zooarqueológicos do samabqui Espinheiros II (Joinville, SC). Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, São Paulo, v. 6, p. 169–188, 1996.

FIGUTI, L. A recipe for a sambaqui: considerations on brazilian shell mound composition and building.. In: Andrzej Antczak; Roberto Cipriani. (Org.). Early Human Impact on Megamollusks. 1 ed. Oxford: BARS Archaeopress, 2008, p. 67–80.

GASPAR, M. D. B. Sambaqui: Arqueologia do Litoral Brasileiro. Rio de Janeiro: Zahar, 2000.

GASPAR, M. D. Zoólitos, peixes, e moluscos: cultura material e identidade social. Encontros e Estudos, v. 3, p. 13–23, 2000.

GASPAR, M. D. Considerations of the sambaquis of the Brazilian coast. Antiquity 72: 592–615. 1998.

GASPAR, M.D. Os senhores da costa brasileira. Encontros Lusófonos, v. 2, p. 24–40, 2000.

GASPAR, MARIA DULCE; DEBLASIS, PAULO; FISH, SUZANNE K.; FISH, PAUL R. Sambaqui (Shell Mound) Societies of Coastal Brazil. SILVERMAN, HELAINE; ISBELL, WILLIAM H. /e Handbook of South American Archaeology. Washington: Springer. In: pp. 319–335. 2008.

GRAYSON, D. K. Quantitative zooarchaeology. New York: Academic Press. 109 p., 1984.

GUTIERREZ, R. C. Manejo e manutenção de tubarão Mangona, Carcharias taurus (ra)nesque, 1810) (lamniformes: odontaspididae) no Aquário de São Paulo. Disponível em:http://www.spzoo.org.br/anais2012/MANEJO_MANUTENCAO_TUBARAO_MANGONA.pdf. Acesso em: 20 de ago. 2013.124

HILLSON, S. Teeth. Cambridge: Cambridge University Press. 373 p., 2005.

HOFSTAETTER, M.; GODEFROID, R. S.; LÊMOS, P. H. B. Morfologia dos otólitos de Umbrina coroidesi e Umbrina canosai (Pisces–Sciaenidae) do litoral do Estado do Paraná, Brasil. Arq. Biol. Tecnol, v. 39, n. 1, p. 157–164, 1996.

HORN FILHO, N. O. Setorização da Província Costeira de Santa Catarina em base aos aspectos geológicos, geomorfológicos e geográ)cos. Geosul, Florianópolis, v. 18, n. 35, p.71–98, 2003.

KERN, A. As origens pré-históricas do povoamento de Torres. In: Anais da VIII Reunião Científica da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Vol. 2. Porto Alegre: EDIPUCRS, p.121 – 149. 1995.

KÖEPPEN, W. Climatologia: con un estudio de los climas de la tierra. Fondo de Cultura Econômica. México. 1948. 479 p.

LAVINA, R. Resgate arqueológico do Sambaqui da Rua 13, Bombas, Bombinhas, SC: Portaria IPHAN nº 151, de 13 de julho de 2005. 1º Relatório Parcial. Criciúma: Unesc, 2005.

LEITÃO, M. F. F.; HAGLER, L. C. S. M.; HAGLER, A. N.; MENEZES, T. J. B. Tratado de microbiologia. São Paulo: Manole, 1988. 186 p.

LÊMOS, P. H. B.; CÔRREA, M. F. M.; PINHEIRO, P. C. Catálogo de otólitos de Engraulidae (Clupeiformes-Perciformes) do litoral do Estado do Paraná, Brasil. Braz. Arch. Biol. Technol, v. 38, n. 3, p. 731–745, 1995.

LIMA, T. A. Em Busca dos Frutos do Mar: Os Pescadores coletores do Litoral Centro-Sul do Brasil. Revista USP, São Paulo, n. , p. 270–327, 1999/2000.

LIRA, G.M.; PEREIRA, W. D.; ATHAYDE, A. H.; PINTO, K. P. Avaliação da qualidade de peixes comercializados na cidade de Maceió - AL. Revista. Higiene Alimentar, São Paulo. v.15, n.84, p. 67–72, mai. 2001.

MACHADO, Rodrigo et al. Ocorrência do bagre marinho Genidens machadoi (Siluriformes, Ariidae) na laguna Tramandaí, sul do Brasil. Neotropical Biology And Conservation, São Leopoldo, p. 214–219, set. 2012.

MENEZES, N. A., WEITZMAN, S., OYAKAWA, O. T.,LIMA, F., CASTRO, R.; WEITZMAN, M. 2007. Peixes de água doce da Mata Atlântica. Museu de Zoologia/USP; Conservação Internacional; FAPESP; CNPq, São Paulo.

MONTEIRO, C. A. F. Derivações antropogênicas dos Geossistemas terrestres no Brasil e alterações climáticas: perspectivas urbanas e agrárias ao problema da elaboração de modelos de avaliação. R. RA´EGA, Curitiba, 5:197–226, 2001.

OLSEN, S. J. An Osteology of Some Maya Mammals. Papers of the Peabody Museum 73. Harvard: Harvard University Press, 1982.

PATRÍCIO, Tamiles Borsatto et al. Determinação do padrão de dieta e exploração ambiental da população do Sambaqui da Rua 13, balneário de Bombas, município de Bombinhas, SC. In: BARCELOS, Arthur Henrique Franco et al. (Org.). Arqueologia no sul do Brasil. Criciúma: Unesc, 2011. Cap. 21. p. 6–413.

PROUS, A. Arqueologia Brasileira. Brasília: UnB, 1992.

REITZ, E. J.; WING, E. S. Zooarchaeology. Cambridge: Cambridge University Press, 354 p., 1999.

RIZZINI, C. T. Tratado de )togeogra)a do Brasil: Aspectos ecológicos, sociológicos e orísticos. 2. ed. Rio de Janeiro: Âmbito Cultural Edições Ltda., 1997.

RODRIGUES-CARVALHO, C.; MENDONÇA DE SOUZA, S. 2005. Marcadores de estresse ocupacional (MEO): ferramentas para reconstrução de padrões de atividade física em populações pré-históricas. Cadernos Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 13 (2): 339-358.

ROSA, A. O. Panorama e perspectivas da Zooarqueologia brasileira. In: Temas de Arqueología: estudos tafonómicos y zooarqueológicos (I). Buenos Aires: Instituto Nacional de Antropología y Pensamiento Latinoamericano, 2008. p. 133–152.

SCHMITZ, P. I., 1984. Caçadores e coletores da Pré-História do Brasil. Instituto Anchietano de Pesquisas, UNISINOS, São Leopoldo.

SERJEANTSON, D. Birds. Cambridge: Cambridge University Press. 486 p. 2009.

SOUZA, A. L. M. Avaliação Bacteriológica e Sensorial da Carne de Cação Anequim (Isurus oxyrinchus) (Elasmobranchii: Lamnidae) Comercializada no Município de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil. 2013. 110 f. Dissertação (Mestrado) - UFF, Niterói, 2013.126

TIFFANY, J. A.; ABBOTT, L. R. Site-Catchment Analysis: Applications to Iowa Archaeology. Journal of Field Archaeology, v. 9, n. 3, 313–322, 1982.

TOI, M. S. Análise Conquiológica do Sambaqui da Rua 13: Balneário de Bombas, Bombinhas, Santa Catarina, Brasil. Monogra)a (Graduação) - Curso de Ciências Biológicas, Unesc, Criciúma, 2012.

TORNO, A. Descripción y composición de los otolitos de algunas familias de peces de la plataforma Argentina. Revista del Museo Argentino de)ciencias naturales “Bernardita Rivadavia”. Instituto Nacional de Investigaciones de las Ciencias Naturales, v. 12, n. 4, 1976.

WILLISTON, S. W. The osteology of the reptiles. Harvard: Harvard University Press. 300p. 192




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-2331

© 1984-2020 CLIO Arqueológica 
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Programa de Pós-Graduação em Arqueologia
Centro de Filosofia e Ciências Humanas, 10º andar
Avenida da Arquitetura, S/N - Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil

 

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License

 

UFPE LOCKSS Open Access

 

Instituições de referência para a CLIO Arqueológica:

Capes ABEC Fumdham INAPAS LatinRev