Cartografia histórica dos povos indígenas em Pernambuco no século XVIII

Ricardo Pinto de Medeiros, Demétrio Mutzenberg

Resumo


O presente trabalho objetivou cartografar através do geoprocessamento os povos indígenas, seus aldeamentos e deslocamentos ao longo do século XVIII no estado de Pernambuco utilizando informações oriundas de fontes documentais primárias e secundárias. Para a localização desses povos e sua dinâmica, tomou-se como um dos procedimentos metodológicos a divisão do território do atual estado de Pernambuco em unidades ambientais: serras e bacias hidrográficas mais importantes. Este procedimento permitiu localizar grupos que são mencionados de maneira muito vaga em relação a um espaço pouco delimitado. O objetivo final do trabalho é a delimitação espaço-temporal dos povos indígenas citados a partir das fontes, o que possibilita visualizar e problematizar as suas relações com o ambiente em uma perspectiva cronológica.

 


Abstract

This study aimed to map through GIS indigenous people, their villages and displacements throughout the eighteenth century in the state of Pernambuco, northeastern Brazil, using information derived from primary and secondary documentary sources. To locate these people and their dynamics, has been taken, as a methodological procedures, the division of the territory of the current state of Pernambuco in environmental units: most important hills and river basins. This procedure permitted to find groups that are mentioned so much vague in slightly defined space. The final objective is the spatio-temporal delimitation of indigenous peoples from the mentioned sources, which makes possible to visualize and discuss their relationship with the environment in a chronological perspective.

Key words: Indigenous peoples; historical cartography; Pernambuco; eighteenth century



Palavras-chave


Povos indígenas; cartografia histórica; Pernambuco, século XVIII

Texto completo:

PDF

Referências


CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano. 1. artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1994.

GALVÃO, Sebastião de Vasconcellos. Dicionário Chorográfico,Histórico e Estatístico de Pernambuco. Recife: CEPE – Companhia Editora de Pernambuco, 1992.

IBGE (2010) Malha Municipal. Brasília: IBGE: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

MEDEIROS, Ricardo Pinto de. O Descobrimento dos Outros: Povos indígenas do sertão nordestino no período colonial. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, Recife, 2000.

_______. Política Indigenista do Período Pombalino e Seus Reflexos nas Capitanias do Norte. In: OLIVEIRA, Carla Mary da Silva; _______. Novos Olhares sobre as Capitanias do Norte do Estado do Brasil. João Pessoa: UFPB, 2007. p. 125-159.

_______. Povos Indígenas nas Guerras e Conquistas do Sertão Nordestino no Período Colonial. In: Revista Clio, Série História do Nordeste, Recife-PE, UFPE, n. 27.1. pp. 331-361. 2009.

OLIVEIRA, João Pacheco de. A viagem da volta: reelaboração cultural e horizonte político do povos indígenas do Nordeste. In: Atlas das Terras Indígenas/Nordeste. Rio de Janeiro/ PETI/ Museu Nacional, 1993.p. 5-8

_____. Uma “etnologia dos índios misturados”? situação colonial, territorialização e fluxos culturais. In: OLIVEIRA, João Pacheco de (org.). A viagem da volta: etnicidade, política e reelaboração cultural no Nordeste indígena. Rio de Janeiro: Contracapa, 1999. p. 11-39

POUTIGNAT, Philippe e STREIFF-FENART, Jocelyne. Teorias da etnicidade.Seguido de Grupos étnicos e suas fronteiras de Fredrik Barth. São Paulo: Editora da UNESP, 1998.

RONCAYOLO, Marcel. Território.In: ROMANO, Ruggiero. Enciclopédia Einaudi. Volume 8. Região. Porto: Imprensa Nacional/Casa da Moeda, 1986. p. 262-290. VILLAR, Diego. Uma abordagem crítica do conceito de “etnicidade” na obra de Fredrik Barth.In: MANA 10(1):165-192, 2004.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-2331

© 1984-2020 CLIO Arqueológica 
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Programa de Pós-Graduação em Arqueologia
Centro de Filosofia e Ciências Humanas, 10º andar
Avenida da Arquitetura, S/N - Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil

 

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License

 

UFPE LOCKSS Open Access

 

Instituições de referência para a CLIO Arqueológica:

Capes ABEC Fumdham INAPAS LatinRev