CHAPADA DIAMANTINA: ROCHAS PRÉ-CAMBRIANAS E PINTURAS RUPESTRES DO HOMEM PLEISTOCÊNICO

Elba Moraes Rêgo Töth

Resumo


O aspecto básico e importante neste trabalho, exposto, é o fato de que as formações geológicas marinhas pré-cambrianas, graças a sua geometria tubular, composição físico-química e processos erosivos específicos, favoreceram um habitat onde diferentes grupos pré-históricos encontraram abundância de suprimentos incluindo água, farta vegetação e caça variada.

Palavras-chave


Chapada Diamantina; Pinturas Rupestres; Homem Pleistocênico

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN: 2448-2331

© 1984-2020 CLIO Arqueológica 
Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
Programa de Pós-Graduação em Arqueologia
Centro de Filosofia e Ciências Humanas, 10º andar
Avenida da Arquitetura, S/N - Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil

 

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License

 

UFPE LOCKSS Open Access

 

Instituições de referência para a CLIO Arqueológica:

Capes ABEC Fumdham INAPAS LatinRev